sábado, 31 de outubro de 2015

Grupo tenta "nova opção" para presidência da Câmara

Na semana passada falei aqui neste espaço de um acordão firmado entre vereadores ainda em 2012 para presidir a Câmara Municipal pelos quatro anos da atual Legislatura (2013/2014/2015/2016). No mesmo dia recebi a informação de que aquele acordo teria ido por água abaixo e que um novo havia sido articulado incluindo, além de Luiz Henrique, Coquinho, Romer e Azenate, os vereadores Fabão, Professor Vagner e Sommavilla. Não entendi mais nada...mas bem, vamos lá, se for assim, o grupo é bem grandinho e soma sete votos, oito com o de Dona Neide e nove com o de Sebastian, o suficiente para vencer qualquer eleição...se vão todos apoiar Azenate, aí já outra história.

Todavia, nos bastidores da Câmara Municipal me contaram que um grupo tem ganhado força nos últimos dias. Tal grupo é formado por Bezerra, Rogério Silva, Niltinho do Lanche, Zedeca e Maurizan - os cinco que faltavam na contagem lá de cima, totalizando 14 vereadores. Esses 05 se articulam nos bastidores do Legislativo.

Rogério Silva pede voto para a presidência, Bezerra também. Um dos dois deverá arriscar uma disputa contra Azenate caso ganhe força pelas próximas duas semanas. Porém, o Professor Vagner também tem se articulado e já colocou seu nome a disposição desse grupo de 05. A eleição ocorrerá em meados de novembro...até lá muita água ainda vai rolar. Duas certezas já dá para se ter, primeiro, será difícil tirar o posto de Azenate; segundo, haverá sim dois nomes na disputa pela presidência.


Grupo 01:
Azenate (PMDB)
Dona Neide (PSD) - Incerto
Luiz Henrique (PTB)
Fabão (PSDB)
Professor Vagner (PSDB) - Incerto
Sebastian (PROS)
Coquinho (PT)
Romer (PR)
Sommavilla (PV)

Grupo 02:
Bezerra (PR)
Rogério Silva (PROS)
Niltinho do Lanche (PROS)
Zedeca (PMDB)
Maurizan (PMDB)

(Sujeito a alterações).


quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Antigos donos retomam parte do SBT de Tangará da Serra

E o SBT de Tangará da Serra (hoje Canal Bem TV) continua de mão em mão. Depois de ser vendido para uma sociedade de empresários formada pelo publicitário Sérgio Vieira, o Serjão da Boom, e pelo empresário Luciano Lorenzetti, exatamente um ano depois o canal retorna, em parte, ao antigo dono Ziede Coutinho.

De acordo com informações ainda extraoficiais, um dos sócios que compraram o SBT não teria pago sua parte a Ziede o que levou o empresário a reaver tal parte. Sendo assim, Ziede deverá ficar 70% dos direitos do SBT - os outros 30% ficarão sob a tutela de um dos sócios atuais.

Funcionários da Bem TV estão de orelha em pé, com dúvida sobre o futuro da emissora. Será que tudo continua normal, do jeito que tá? Ou Ziede irá propor mudanças? Marlene Maria, que hoje apresenta o programa Bem no Almoço, continuará na programação da TV do Sílvio Santos? Perguntas que os próprios funcionários fazem.

O SBT passa, há mais de uma década, de mão em mão. Se for contar o tanto de gente que já assumiu o canal nesse período será necessário mais que uma mão. Brincadeiras a parte, resta desejar boa sorte ao novo rumo do SBT Tangará da Serra.

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Niltinho repudia Energisa na tribuna da Câmara

As constantes quedas no fornecimento de energia elétrica no Hospital Municipal de Tangará da Serra, o Mater Dei, levou o vereador do PROS, Niltinho do Lanche, a repudiar em alto e bom tom a concessionária de energia mato-grossense, a Energisa. "É um desrespeito o que essa empresa tem feito com a nossa população", disse ele, se referindo a noite de segunda-feira quando ocorreram sete quedas seguidas de energia no Mater Dei, prejudicando o atendimento de usuários do hospital.

O vereador propôs ainda que a Câmara Municipal produza documento em forma de Moção de Repúdio a empresa, que atua desde o ano passado em Mato Grosso após a aquisição da Rede Cemat. "Impossível que uma cidade do porte de Tangará não tenha força para fazer com que essa empresa melhore seus serviços", disse.

Além dos problemas ocorridos no Hospital Municipal, Niltinho do Lanche lembrou que recentemente devido a problemas com o fornecimento, centenas de sítios da região da Gleba Triângulo ficaram sem energia. Em um deles, morreram mais de 10 mil frangos, quase no ponto de abate, prejuízo de quase 20 mil reais.

Nas redes sociais o mesmo assunto ganhou força e chegou-se a ser proposto um manifesto contra a Energisa. "Vamos pra rua fazer um protesto contra essa empresa quem sabe ela toma vergonha e oferece um serviço melhor para a população", diz um dos comentários.

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Sem ajuda de Taques, Tangará gasta metade de suas receitas em Saúde, entenda


Recebi esta informação na semana passada durante reunião entre conselheiros de Saúde e o prefeito Fábio Junqueira (PMDB), mas não quis acreditar. Hoje ela veio a tona nas redes sociais através do ex-secretário de Indústria e Comércio, o advogado Fernando Ambrósio. Tangará da Serra está gastando quase metade de seu orçamento próprio mensal em saúde.

Os percentuais tem subido a cada mês em função das quedas na arrecadação. Em julho os gastos atingiram 42,85% do orçamento, subiram para 44,56% em agosto e chegaram a surpreendentes 47,80% em setembro.

A obrigação do gestor municipal, o prefeito, é gastar 15% das receitas em Saúde, ou seja, Tangará da Serra está gastando 32% além do que é assegurado pela Constituição Federal. Mas por que isto vem ocorrendo? Bem, a resposta é simples.

Taques tem fechado os olhos para a Saúde Tangaraense
A saúde é de responsabilidade de todos os entes federados: União, Estado e Municípios. Ocorre que em Tangará da Serra, o Município recebe apenas os recursos do SUS (Federal) e é obrigado a arcar com o restante pois o Estado, sob o comando de Pedro Taques (PSDB), não tem mandado nem um vintém furado para a nossa saúde.

Em suas propagandas bem produzidas na TV Taques mostra investimentos em hospitais de Cuiabá, Lucas, Peixoto de Azevedo, Água Boa e em Barra do Bugres...enquanto em Tangará da Serra, quinta maior cidade de MT, a Prefeitura tem que arcar com tudo sozinha.

Daqui a pouco, as receitas municipais serão todas usadas na saúde. O prefeito Fábio, que já não tem aguentado mais isso, busca todos os meios possíveis para amenizar a situação. Ano que vem o bicho vai pegar pro lado dele no TCE, pois ele terá que explicar os motivos de investir metade de seu orçamento em Saúde.

Nas redes sociais, grupos se mobilizam para cobrar das autoridades locais, especialmente vereadores e deputados estaduais, para que pressionem o governador Pedro Taques a olhar e auxiliar Tangará da Serra.


Tento entender o que o Taques tem contra Tangará. Desde que ele assumiu o cargo tem deixado nossa cidade em segundo plano. Ou ele não gosta de Tangará ou tá faltando força política para cobrá-lo.

Reunião na OAB sobre água tinha mais repórteres que autoridades

Meia dúzia de gatos pingados participaram na noite de ontem de uma reunião convocada pela OAB de Tangará da Serra com o objetivo de discutir sobre a atual situação da água em nossa cidade: constantes problemas com equipamentos, falta de fornecimento, orçamento e transposição do Rio Sepotuba.

Tinha mais repórteres e cinegrafistas da imprensa tangaraense do que autoridades. Estavam presentes os canais TV Record, TV Band, TV Centro América, Rádio Pioneira, Diário da Serra, Tangará Online e este blog, somando cerca de 10 profissionais. Bem, do Executivo estava Wesley Torres, sabatinado da noite, além de representantes da OAB e um da Acits.

Da Câmara, dos 14 vereadores, apenas 4 deram o ar da graça: o Presidente Romer, Bezerra, Rogério Silva e Fabão. Justo aqueles que mais esbravejam na tribuna e cobram do Samae um posicionamento não foram.

Além destes acima foram os deputados Saturnino Masson e Wagner Ramos.

A notável iniciativa da OAB em chamar a atenção para nossos problemas com falta de água quase passou despercebida, não fosse o trabalho brilhante dos nossos repórteres de TV, Rádio, jornais e sites.

Depois a imprensa fala as coisas e ficam reclamando. Claro, a imprensa parece estar mais preocupada em resolver os problemas da cidade do que certas autoridades.

Imprensa tangaraense deve repercutir hoje o caos no Mater Dei

Continuam os problemas com as constantes quedas no fornecimento de energia elétrica ao Hospital Municipal, Mater Dei. Na noite desta segunda-feira as falhas se repetiram por sete vezes em menos de 3 horas, entre as 18:00 e as 21:00. Este deverá ser o assunto do dia nas redes sociais, nas TVs e na sessão da Câmara de hoje a tarde.

Equipes de vários canais de comunicação acompanharam o drama de pacientes que buscavam atendimento para si ou para parentes  que eram prejudicados pela repetição das falhas. O coordenador do hospital deu explicações sobre o problema informando que não há muito o que fazer.

O prefeito Fábio Junqueira explicou ao Blog pelo WhatsApp que continua aguardando autorização da concesionária Energisa para instalar no Mater Dei um posto de transformaçào e assim resolver o problema. Segundo ele enquanto isso o problema deverá persistir. " A solução é este posto. A Unemat alegou que construiria, mas não construiu. A Energisa assumiu depois e também não construiu. Agora teremos que construir, mas precisamos da autorização deles", disse.

As quedas de energia no Mater Dei são provocadas por um problema simples e ao mesmo tempo grave. A energia fornecida pela Energisa não suporta tantos equipamentos ligados ao mesmo tempo. Uma suplementação foi feita na Câmara para instalar um transformador, porém, segundo o Executivo, é necessária uma aprovação da Energisa.

O jeito é aguardar e torcer para que nenhuma fatalidade ocorra nesse intervalo de tempo.

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Projeto que quer isentar ISS de advogados gera polêmica

Um projeto de lei do vereador, e quase advogado, Luiz Henrique, do PTB, tem gerado grande repercussão e polêmica nas redes sociais e nos bastidores da política tangaraense. Com o projeto, Luiz Henrique quer a isenção de Imposto Sobre Serviços aos advogados que comprovem individualmente a prestação de assistência jurídica gratuita a pessoas comprovadamente carentes. O vereador argumenta que a proposta pretende reconhecer os advogados que já atuam em favor de pessoas carentes e ainda estimular este tipo de atendimento. O projeto ainda prevê isenção no pagamento de Alvará de funcionamento das advocacias.

O projeto é de boa-fé e de grande importância. Tem gente que se posiciona a favor, outros contra. No Facebook uma postagem ironizou o projeto. Nela, chamam a atenção para o direito de todos a igualdade. No entendimento de quem postou, se vai isentar advogados, deve-se isentar todos os prestadores de serviço.

Segue abaixo o texto do post:
“As demais empresas também querem isenção, tem dono de hotel oferecendo colchão para albergue, serralheria oferecendo lixeira para frente dos órgãos públicos, empresas de segurança oferendo monitoramento para creches, e vai por ai...se pode para uns, pode para todos, estou certo ou estou errado”.

No WhatsApp o mesmo buxixo também rolou e um advogado amigo meu disse que é contrário ao projeto.

Uma pessoa próxima do prefeito Fábio me contou que ele, apesar de advogado, deverá vetar o projeto alegando inconstitucionalidade. O veto deverá ser derrubado e a situação deverá parar na Justiça.

Porém, Luiz Henrique, que de burro não tem nada, já tem uma carta na manga, pretende usar como argumento uma lei de Primavera do Leste, onde houve todo um imbróglio, indo para até na Justiça, mas tanto juiz quanto promotores entenderam por legitimar a lei.

Só me preocupo se essa moda pegar e todo mundo querer isenção por contribuir com os mais carentes de alguma forma.

Gilcélio Peres assumirá vaga na Câmara em abril

Falei ontem aqui no Blog do Rolim sobre um provável voto do vereador Zedeca (PMDB) na vereadora Azenate, também do PMDB, que deverá se candidatar a Presidência da Câmara Municipal no mês que vem. Disse que uma fonte me revelou que o PT faria certa pressão para que Zedeca votasse em Azenate porque a vaga ocupada hoje por ele pertence na verdade a Gilcélio Peres, do PT. A fonte, inclusive, que me falou dessa pressão é ligada aos petistas.

Conversei ainda ontem com o professor Gilcélio Peres e ele me contou que se existe pressão em cima de Zedeca, tal pressão ou negociação não partiu dele. "Jamais fiz qualquer negociação com o Vereador Zedeca. Sempre o deixei livre para atuar, aliás, se fui duas vezes na Câmara desde a morte do Odair foi muito", revelou Gilcélio. "Eu jamais fiz jogo com o Zedeca e também desconheço que a direção do PT tenha feito isso", completou.

Palavras do Professor Gilcélio.

Além disso, Peres informou que não está atuando como vereador, já que a vaga deixada pelo Professor Odair, falecido ano passado, seria dele automaticamente, por causa de compromisso firmado com o IFMT. Para finalizar ele afirmou que voltará a Câmara em abril do ano que vem. "Assumirei a Câmara em abril do ano que vem. É isso que eu sempre digo e isso eu o farei. Zedeca é vereador até esta data (...)", afirmou. Seu retorno a Câmara é natural para quem deseja disputar a eleição no ano que vem.

Pessoa que considero como meu amigo pessoal, Gilcélio é peça importante do PT e da política tangaraense. Já ocupou a vaga na Câmara em outra ocasião e é bem visto no meio político e social. Precursor da vinda do campus do IFMT para Tangará da Serra, Peres é atuante e de personalidade própria...um dos nomes mais fortes do PT local a quem o 13 deveria dar mais valor e oportunidade.

O jogo das cadeiras continua no Executivo e no Legislativo. É o exercício natural da política em uma democracia. Vamos aguardar para ver qual será a próxima cartada.

domingo, 25 de outubro de 2015

Primeira mão: Acordão garante presidência da Câmara a Azenate em 2016

Confira os nomes dos oito vereadores que deverão dar a Presidência a peemedebista

Um acordão de “cavalheiros” garantirá à vereadora Azenate Carvalho, do PMDB, a eleição para presidente da Câmara em 2016. Segundo fontes ligadas ao legislativo a parlamentar tem oito votos garantidos, o que lhe conduzirá com facilidade ao posto de comandante da Casa de Leis.

Segundo a fonte essa espécie de acordo no parlamento já existe desde a eleição do primeiro presidente desta legislatura, o vereador do PTB Luiz Henrique. Depois dele, sob a batuta do apalavramento dos vereadores elegeu-se Weliton Duarte, do PT e agora, para gerir a Casa neste ano de 2015 o republicano Romer Japonês.

A fonte revelou até os votos que Azenate obterá em plenário no mês que vem, quando ocorrerá a eleição:


1-    Weliton Duarte – PT
2-    Azenate Carvalho – PMDB
3-    Fábio Brito – PSDB
4-    Professor Vagner – PSDB
5-    Luiz Henrique – PTB
6-    Zedeca – PMDB (forçado a votar por ocupar a vaga do PT)
7-    Professor Sebastian – PROS
8-    Silvio Sommavilla - PV

sábado, 24 de outubro de 2015

Aguinaldo Garrido nega que irá ocupar Semec este ano

Depois de tamanha repercussão de informação veiculada ontem aqui no Blog do Rolim indicando que o ex-presidente do Conselho Estadual de Educação, Aguinaldo Garrido, assumiria nos próximos dias o comando da Secretaria Municipal de Educação, a Semec, fui procurado pelo próprio Garrido para esclarecer os fatos. Ele negou que irá ocupar o cargo neste ano. "Tenho um compromisso com o Fábio, aqui no Gabinete, até o dia 28 de dezembro [de 2015], e por enquanto não existe a possibilidade de ocupar a Semec", disse, destacando o trabalho da atual titular da pasta, Janine Gruber Nogueira.

A informação repassada ontem estremeceu os corredores da Semec e muita gente ficou de cabelo em pé com a série de possibilidades que a nomeação de Garrido abriria.

Garrido, que é pedagogo, assistente social e técnico em gestão pública, deverá, até o final do ano, continuar no cargo de assessor de gabinete do prefeito. Inclusive, ele possui até uma sala anexa a do gabinete, com porta aberta direta para a de Fábio. Aguinaldo me contou que ocupa cargo estratégico para auxiliar o prefeito, secretários e primeira-dama na condução de alguns trabalhos pontuais na área de assistência social e aconselhamento nas próprias decisões do prefeito.

Quando perguntei a ele se existia uma possibilidade futura de ocupar o cargo da Educação e se ele faria reformas por lá e retiraria da Secretaria os 'resquícios' do PT, Garrido se esquivou e disse ser filiado ao PT e que comunga de ideais petistas, mas admitiu que eliminaria alguns vícios históricos e sanaria algumas anomalias.

Por fim, Aguinaldo frisou que, por enquanto, cumprirá com suas funções no Gabinete. O próprio prefeito me confirmou que pretende mantê-lo onde está, destacando a competência de Janine Gruber na condução da Educação.


sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Prefeito deverá trocar comando da Semec, saiba quem ocupará o cargo

O prefeito Fábio Junqueira (PMDB) deverá trocar ainda esta semana o comando da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Semec). Janine Gruber Nogueira, deverá ter vida curta no comando da pasta. Quem deverá assumir no lugar de Janine é nada mais nada menos do que Aguinaldo Garrido, que é ex-secretário de Educação de Nova Mutum e ex-presidente do Conselho Estadual de Educação.

O Professor Aguinaldo, que é amigo pessoal de Fábio Junqueira, é morador do Distrito de Progresso e já está lotado no gabinete do prefeito há alguns dias/meses.

Técnico, profissional da educação e respeitadíssimo no meio político mato-grossense, Aguinaldo Garrido é ótimo nome para assumir o comando da Semec. A pasta, que na gestão de Fábio, sem contar Janine, já teve outros três comandantes, Júnior Pimenta, Zé Pequeno e Iolanda Garcia é a mais pomposa da administração, mas também a mais perigosa, que custa a cabeça e o bolso de qualquer gestor que não conduzi-lá com capricho e austeridade.

O nome de Garrido foi recebido com aplausos por alguns nos corredores da Semec e das escolas municipais. Já outros têm medo das mudanças drásticas que ele deve tomar. A missão de Aguinaldo, logo de início, será limpar os resquícios do PT na Semec. Boa sorte!

Desconhecido em Tangará, senador vem se apresentar

Figurinha política carimbada na região metropolitana de Cuiabá, o novo senador da República por Mato Grosso, José Medeiros, aqui em Tangará da Serra não passa de um desconhecido.  Ele vem hoje a cidade para se apresentar. Participa de reunião com o prefeito Fábio Junqueira (PMDB), às 18 horas, e quer ouvir do tangaraense quais são as demandas para assim defendê-las em Brasília.

 José Medeiros é policial federal e entrou na política meio de gaiato, é  filiado ao Partido Popular Socialista (PPS) e há 05 anos, apesar de sua inexpressiva popularidade, foi escolhido pelo PPS para ficar como suplente de Pedro Taques (PDT), hoje governador de Mato Grosso. Como o Taques teve que deixar o Senado para assumir o Palácio Paiaguás, a vaga caiu no colo de Medeiros.

Desconhecido, o senador tem visitado as cidades de Mato Grosso para mostrar quem é. Esta será sua primeira visita à Tangará da Serra desde que assumiu no lugar de Taques em janeiro de 2015. Já vem tarde senador...Tangará da Serra é bem mais importante do que o senhor imagina e não deveria ter esperado quase 11 meses para receber vossa senhoria.


A reunião de Medeiros em Tangará da Serra ocorre logo mais no final da tarde na Prefeitura Municipal, além do prefeito Fábio Junqueira, secretários municipais e vereadores de situação também deverão participar. Amanhã cedo o senador ainda participará de um café da manhã com alguns vereadores.

Tomara que ao contrário de Taques, enquanto senador, Medeiros olhe com mais carinho para Tangará da Serra.

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Carne nova no pedaço: Reck Júnior "bomba" no Facebook

Metade de Tangará da Serra recebeu essa semana no Facebook um pedido de amizade do produtor rural, presidente do Sindicato, Reck Júnior. O perfil, criado no dia 16 de outubro, data em que ele anunciou sua candidatura a presidência da Aprosoja, saiu do zero e no dia seguinte já tinha 1.400 amigos. Eu me surpreendi quando recebi o convite: - Reck sempre tão matuto de repente na rede?

Pois bem, nos dias que sucederam sua entrada no Facebook fiquei a observar e a analisar suas postagens e me deparei com uma triste certeza: não é Reck Júnior que posta, comenta ou responde aos comentários da página. Aliás, Reck, uma pessoa por quem tenho grande apreço como piloto de autocross e grande produtor de soja, não é nenhum pouco ligado em redes sociais e aplicativos.

Me contaram que Reck tem uma assessora especialmente para ficar se passando por ele, atualizando sua nova página, respondendo aos questionamentos e adicionando cada vez mais gente. Que feio Reck Júnior. Sei que sua agenda deve ser lotada e seu tempo limitado, mas seria mais pessoal, mais humano e popular e menos mecânico se você mesmo cuidasse da página.

Faça igual ao Pedro Taques, ao Fábio Junqueira, ao Cristóvão Buarque e ao José Serra que cuidam pessoalmente de seus perfis no Facebook e dão suas caras a eles. Seu perfil tá mecânico, frases prontas, fotos de por-do-sol sobre lavouras de soja, imagens do Google. Dá uma melhoradinha porque tá feio.

Mete a mão na massa, os dedos nas teclas e fala o que você realmente pensa senão vai chegar meio vazio, sem argumentos, sem papo, mecânico nas eleições do ano que vem.

Fabão: Tangará tem um dos piores transportes coletivos de MT

Fazia tempo já que eu não ouvia alguém reclamar desse pútrido transporte coletivo que é oferecido em Tangará da Serra. Essa semana o assunto voltou a tona na voz do vereador tucano Fabão. "Tenho vergonha do nosso transporte público", disse ele, expondo que tudo continua do mesmo jeito que estava a uns dois anos atrás quando na mídia só se falava nisso. Outro vereador, o Sebastian, era quem cobrava muito uma solução. Fabão disse que quem reclamando são os universitários da Unemat.

Pensa nuns busão feio. Parece mais sucata, monte de lata velha,, sem as mínimas condições de rodagem. Tem ônibus que de tão deteriorado, que tá precisando tanto de um alinhamento que você olha na traseira dele parece que tá ocupando as duas vias da Avenida Brasil.

Entrei num desses outro dia, lá dentro é sucata pura, bancos quebrados, sem ar-condicionado, sem guias para apoio, janelas barulhentas, teto caindo, sem acessibilidade...e pra completar uns motoristas ruim de serviço. Alta velocidade somada a imprudência. Em uns 3 ou 4 quilômetros o motorista cometeu bem umas 10 infrações de trânsito.

A coisa feia, vi até uma senhorinha rezando no fundo do ônibus - creio eu que pedindo proteção.

A empresa que toca o barco atualmente não tem condições de fazer novos investimentos e diz que o lucro é insuficiente para melhorar o serviço. A Sutrav fez licitação (tentou fazer) para mudar de empresa, mas diz que ninguém se interessou. O Fabão disse na tribuna da Câmara que houve interessado sim, mas sabe-se lá porque cargas d'água as empresas nem participarão do pregão.

Só sei dizer que o nosso transporte coletivo mais parece um muquifo e precisa ser melhorado. Digo com toda a tranquilidade que Tangará da Serra possui hoje um dos piores serviços desse tipo em Mato Grosso. na hora de melhorar.

ATI: Que fim levou?

Ando me perguntando que fim levou a tão ex-entusiasmante Associação Tangaraense de Imprensa. Não vejo mais nada e é justamente isso que me faz ter, pasmem, saudade do ex-presidente Dorjival Silva. Não promoveu grandes avanços, mas pelo menos era mais dedicado do que a atual diretoria.

Nunca ficou muito claro qual a real função da ATI, mas nós, enquanto membros da imprensa pelo menos tínhamos o conforto de saber que éramos representados (por pior que fosse) por alguma entidade que obtivesse o mínimo de respaldo da classe política.

Hoje nem isso a ATI oferece. A associação não tem nada a oferecer, nem mesmo dignidade, pois não é legitimada, tão pouco reconhecida. Houve um retrocesso. A entidade foi excluída. Não possui peso. O pouco de reconhecimento de antes sucumbiu a uma gestão inoperante.


Nem mesmo um churrasquinho de confraternização entre os colegas acontece e a isso me remete um questionamento: porque os atuais diretores não desocupam suas “funções” e as repassem para um filho de Deus da comunicação que se interesse em gerir uma simples associação de nanico para pequeno porte em nossa Tangará da Serra.

Maurizan dá "puxão de orelha" em secretário de Saúde

O vereador Maurizan Godoi desceu o sarrafo no secretario de Saúde Itamar Martins Bomfim na última sessão da Câmara. O vereador, representante do Jardim dos Ipês, disse ter sido desdenhado pelo secretário outro dia num momento em que teria precisado de sua influência.

A história é a seguinte: certo morador (a) dos Ipês teria pisado num prego e buscou a ajuda do vereador que tentou usar de sua influência ligando para Bomfim, pedindo a ele que enviasse um veículo ou ambulância para socorrer a vítima. Ocorre que o secretário não teria atendido as ligações....o que constrangeu o vereador. "Liguei para assessores do [deputado] Saturnino e eles, lá de Cuiabá, resolveram o problema", contou Maurizan, dizendo que Saturnino mandou um carro para coletar o paciente e encaminhá-lo ao Hospital.

A fala de Maurizan foi tão efusiva que logo ganhou as redes. No WhatsApp muita gente falou disso, uns elogiando, outros criticando. Um comentário destacou a euforia do vereador, outro disse que Maurizan e Saturnino combinam, pois fazem política démodé (a moda antiga) e um terceiro questionou o porquê Maurizan não chamou o Samu para atender a vítima ao invés do secretário. “Não é o Samu que se chama nessas horas? Vai entender!”, disse o cidadão ao comentar o fato


Maurizan é vereador do povão e fala a língua do povo por isso sempre é procurado. Simples como só ele sabe ser, Maurizan resolve os problemas do jeito dele, mas dessa vez não deu tão certo como ele esperava.

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Vereador alerta para "chuva de sentenças" por insalubridade

O vereador Professor Vagner (PSDB) fez um importante alerta na sessão desta terça-feira, 20, ao usar a Tribuna da Câmara Municipal. No seu entendimento haverá nos próximos dias e meses uma chuva de ações judiciais movidas por servidores públicos contra o Município no que se refere a insalubridade e a incorporação de carreira.

O comentário de Vagner é embasado num projeto de lei (158/2015), de autoria do Executivo, que foi aprovado pelos vereadores, tratando de uma suplementação orçamentária de 147 mil reais à Secretaria Municipal de Educação. Parte de tal alteração de meta orçamentária, 116 mil reais, será usada para o pagamento de insalubridade de quatro servidores da Semec.

Tais servidores entraram na Justiça cobrando valores que não teriam sido repassados a eles por trabalharem em condições insalubres. Os valores pagos, entre 16 mil e 39 mil para cada um dos quatro servidores, são passíveis de multa, o que levou o Executivo a pedir urgência na aprovação do projeto.

"Vai chover de ações", disse o vereador. 

Aí cabe uma reflexão. O PL 158/2015 prevê uma suplementação de 147 mil reais. Deste total 116 mil serão para pagar as ações de insalubridade, os demais, 31 mil reais apenas, para suprir demandas ligadas ao Departamento de Cultura. Já pensou se todo esse valor, ao invés de ir para pagar ações judiciais fosse investido nas oficinas oferecidas no Centro Cultural. O Parabá e as mais de mil crianças que utilizam o espaço agradeceriam. 

Niltinho do Lanche manda deputado Valtenir Pereira "tomar tento"

O que é tomar tento: Expressão popular que corresponde a recomendação para que se preste atenção ao próprio comportamento. Equivalente a comportar-se, ficar atento. Ditado muito utilizado no Nordeste Brasileiro.

Indignado com a atual situação da política brasileira, num momento em que testemunhamos alguns dos piores escândalos de corrupção da nossa história, o vereador Niltinho do Lanche, do PROS, usou a tribuna da Câmara Municipal nesta terça-feira para dar um puxão de orelha nos deputados federais de seu partido.

Niltinho começou a fala destacando o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) e depois dos escândalos envolvendo o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB). Em seguida, Niltinho disse que faz parte do PROS, mas que não concorda com as atitudes dos deputados de seu partido em Brasília. Citando Valtenir Pereira, do PROS/MT, Niltinho disparou: "Temos o nosso deputado Valtenir Pereira que até agora nada fez [em relação a Cunha]. Vamos tomar tento aí e colocar o nosso país no eixo. Toma tento e faz esse cidadão [Eduardo Cunha] sair dessa cadeira".

Que essa fala do Niltinho chegue pelo menos até o deputado federal de Mato Grosso, Valtenir Pereira, que tanto se posiciona contra a corrupção e aos jeitinhos na política e apesar disso continua na base de sustentação de Dilma e em cima do muro na Câmara dos Deputados.

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Conheça os 5 políticos tangaraenses mais populares no Facebook

Em tempos onde a tecnologia digital, a internet, os aplicativos e as redes sociais se tornaram ferramentas importantes de comunicação qual o político não quer tirar uma casquinha não é mesmo?

José Serra, Jean Willys, Dilma Rousseff e até o Barack Obama se utilizam dessas ferramentas para se aproximarem dos eleitores. Obama até ganhou popularidade usando o Facebook, o Twitter e outras redes – resultado: foi eleito presidente dos States.

São os pops, os famosinhos da rede.

Em Tangará da Serra vários políticos usam essas ferramentas. Alguns conseguiram ganhar popularidade, outros não. Por aqui tem político que até tenta se tornar pop na rede, mas não decola.

Wagner Ramos, por exemplo, apesar da condição favorável do cargo que ocupa e por ser um dos deputados mais bem votados na última eleição, é pouco popular no Facebook. Os internautas não engolem, não curtem e não compartilham as postagens dele. Nem mesmo a postagem onde ele fala de sua visita ao garimpo de Pontes e Lacerda, assunto do momento, recebeu atenção.

Outro que ainda não se identificou com as redes sociais é o deputado estadual Saturnino Masson (PSDB). Suas postagens rendem míseras 5, 10...as vezes 20 curtidas.

Júlio César Ladeia, ex-prefeito, apesar de andar afastado do Facebook, continua sendo um dos mais populares. Uma de suas postagens, a última na verdade, recebeu em julho passado quase 400 curtidas. No post, o ex-prefeito falava sobre o seu batismo na Congregação Cristã do Brasil. Lá ele destacou que muita gente fez comentários maldosos, mas que todos merecem uma segunda chance.

Zé Pequeno, Azenate, Rogério Silva, Dona Neide, Professor Vagner e Romer, por exemplo, ainda não aprenderam a falar a língua da galera da web. 

Utilizando como base o número de amigos, número e qualidade das postagens, a quantidade de curtidas, comentários e compartilhamentos fiz um ranking extraoficial com os cinco políticos em atuação (ocupando cargo eletivo) mais populares de Tangará da Serra.

Sebastian tem dois perfis no Facebook
5) Sebastian Ramos
Sebastian tem dois perfis no Facebook, um pessoal e outro mais institucional e costuma receber grande número de curtidas.







Fabao é um dos mais jovens e mais
ligados em tecnologias
4) Vereador Fabão
Um dos mais bem votados no pleito passado, Fabão utiliza a ferramenta há muito tempo. Jovem e ligado nas tecnologias pode-se dizer que Fabão é pop.







Niltinho é um dos que mais
 utiliza o Facebook
3) Niltinho do Lanche
Niltinho do Lanche e toda a sua simplicidade conquistaram os internautas. Seus posts com cobranças, sugestões e aplausos ao que está sendo feito na cidade são campeões de curtidas. Mas as postagens em que ele coloca aquele lanche delicioso dele são as mais populares. Dá-lhe Niltinho.






Fábio destina espaço para posts
sobre obras e atos oficiais
2) Fábio Martins Junqueira
Fábio, a exemplo do primeiro e do terceiro colocado tem um grande diferencial: é ele mesmo que posta, compartilha, comenta, responde os internautas no Facebook. Nada de assessor se passando por ele. Suas postagens, a maioria falando de fatos históricos de família ou do Município e de obras e atos públicos de sua administração recebem centenas de curtidas, comentários e compartilhamentos.



Bezerra e suas aventuras pelo interior do Município
1) Wellington Bezerra

Se por um lado, Bezerra sabe usar tanto o Facebook quanto Fábio e Niltinho, por outro o vereador consegue conquistar mais os internautas porque não posta apenas sobre política, obras, saúde e etc. Bezerra é bom fotógrafo e nos brinda lá no Facebook com seus cliques de caminhadas, pedaladas, rapel, viagens, com destaque para muitos pôr-do-sol, cachoeiras e paisagens impossíveis de não curtir. Por isso, na minha humilde opinião é ele o político tangaraense mais popular no Facebook.

Juíza que empregou o marido no Fórum de Tangará é condenada

Deu no Mídia News. O juiz João Portela, da 4ª Vara Cível de Tangará da Serra, condenou a juíza Olinda de Quadros Altomare Castrillon, que hoje atua na 11ª Vara Cível de Cuiabá, e seu marido Ernani Silva Lara Neto Castrillon, pela prática de improbidade administrativa.
  
Eles foram condenados pelo fato de a juíza, quando atuava em Tangará da Serra, em 2005, ter empregado o esposo como agente de segurança, mas ele nunca ter ido trabalhar durante o período de um ano e um mês em que ficou no cargo.

Ambos foram condenados ao pagamento de R$ 45 mil, que foi o valor recebido por Ernani Castrillon na época, mais o dobro do valor (R$ 90 mil) a título de multa, montante que será acrescido de juros e correção monetária.


Ernani Castrillon também foi condenado à suspensão dos direitos políticos por oito anos e perda do cargo público.

Não houve condenação por nepotismo porque a lei sobre esse assunto ainda não vigorava.

Servidores dizem que Fábio não é mais "patinho feio"

Nesta semana em que comemora-se a Semana do Servidor Público conversei com alguns servidores de vários setores da Prefeitura de Tangará da Serra. Funcionários públicos que há dois ou três anos não gostavam muito de ouvir falar o nome do prefeito Fábio Martins Junqueira (PMDB), criticavam sua gestão e reclamavam muito de sua relação com o funcionalismo. Funcionários que hoje veem com olhos completamente diferentes a administração Fábio Junqueira.

Um servidor da Sinfra, que até participou de atos, de paralisações e de rodas de fofoca que almejavam a queda do prefeito, me disse que hoje está arrependido. Segundo ele, que pediu para não revelar seu nome, muitos passavam uma falsa impressão do prefeito dizendo que ele era caxias e que iria derrocar muitos direitos garantidos pelos servidores ao longo dos anos.

Um funcionário do Samae disse que no começo da gestão pensava que Fábio não iria respeitar a classe, mas a cada ano tem se mostrado cada vez mais parceiro da categoria, ouvindo e atendendo a maioria das sugestões.

Em três anos, Fábio passou de patinho feio à gansa dos ovos de ouro. Apesar de alguns desafetos, de um ou outro que ainda tenta passar a rasteira no prefeito, Fábio hoje conta com a simpatia e o apoio da maioria absoluta dos servidores públicos...e olha que eles não são poucos não: mais de 2 mil e 200 no total.

Não, eu não sou do PT...

Assim que comecei a escrever aqui neste espaço há duas semanas e a postar sobre o PT, inclusive algumas críticas, recebi questionamentos de pessoas que me perguntaram: mas você não faz parte do PT? Como se eu fazendo parte do partido não posso falar verdades sobre ele.

Não respondi por e-mail porque vi que a pergunta me daria uma boa postagem aqui.

A resposta é: Não, eu não sou mais do PT. Já fui, mas não sou mais.

Já fui filiado ao PT até 2010, mais precisamente até abril de 2010 quando o PT traiu a ex-senadora Serys em quem sempre me espelhei. Me filiei a este partido em 2003 pois já me identifiquei bastante com seus ideais. Porém, o partido os perdeu e pra mim já não serve mais.


Tenho muitos amigos no PT, assim como tenho em tantas outras agremiações. Lá no TSE, infelizmente ainda aparece meu nome na relação de filiados, mas já tratei de pedir no Cartório Eleitoral a retirada do meu nome de lá.

Por enquanto não estou filiado a nenhuma agremiação, mas já recebi convites para integrar o PRB e o Partido Novo, que deverá ser criado nos próximos dias em Tangará da Serra .

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Wellington Bezerrra é bom nome para assumir Presidência da Câmara

Se por um lado para o prefeito Fábio (PMDB) o melhor é ter alguém da oposição na Presidência da Câmara em 2016, por outro o melhor para a Câmara é ter Wellington Bezerra (PR) ocupando o cargo. Vou explicar os porquês...

...simples: para o Fábio é melhor ter um presidente de oposição, isso significa um voto contra a menos na hora de aprovar ou reprovar os projetos de interesse do executivo, afinal de contas presidente não vota a não ser que tenha que dar um voto de minerva; porém, por outro lado, Bezerra é hoje um dos políticos mais completos de Tangará da Serra e isso seria bom para a Câmara que precisa sofrer algumas mudanças drásticas que os últimos três presidentes (LH, Coquinho e Romer) não tiveram coragem de fazer. Em outra postagem falarei sobre essas reformas.

Falei mais cedo com o Wellington Bezerra e disse a ele: poxa cara, você deveria se candidatar. Bezerra, sempre muito atencioso me respondeu: jamais, prefiro ficar como estou.

O Bezerra não quer se candidatar, mas ele é um ótimo nome. Veja só: braço direito do prefeito Fábio na Câmara, ótimo articulador, já foi secretário de governo, já foi secretário adjunto de Esportes do estado, sabe dialogar, tem conhecimento de causa, bom papo e entende bem quais são as reais necessidades do Legislativo hoje. Em outra postagem falarei sobre essas necessidades.

Mas Bezerra não quer de jeito nenhum: "Deixa eu no meu lugar".

Bem, a eleição da nova Mesa Diretora, de acordo com o Regimento Interno da Câmara, deverá ocorrer em meados de novembro. Como já disse em postagem anterior, cinco vereadores pretendem lançar seus nomes: LH (PTB, namorando com o PSB), Romer (PR), Azenate (PMDB), Professor Vagner (PSDB) e Somma (PV).


Não é que a divisão do Fethab com os municípios deu certo!

Lembro que no início deste ano o assunto Fethab era um dos mais comentados no meio político mato-grossense. Houve até briga, política e judicial. A Aprosoja, associação dos produtores de soja, entrou na briga, judicializou um processo que previa a divisão dos recursos do fundo entre Estado e municípios, impediu tal divisão e dividiu opiniões.

Aí entrou a AMM na briga - AMM é a associação dos prefeitos - e virou um cabo de guerra. De um lado a AMM e os prefeitos, que queriam metade do bolo...de outro o governador Pedro Taques (PSDB) e os produtores rurais, liderados pelo vice-governador, Carlos Fávaro. Os prefeitos reclamavam que os recursos do Fundo eram mal executados pelo Estado e que eles dariam mais utilidade a eles. O governo e os produtores discordavam.

Ocorreu que após o imbróglio decidiu-se dividir metade do Fethab com os 141 municípios. A outra metade ficou com o governador.

Pois bem, os repasses começaram a ser feitos aos municípios e pelo menos aqui em Tangará da Serra os recursos estão sendo bem executados e resolvendo problemas pontuais das estradas rurais do Município. Os moradores das glebas São Paulino que o digam. A estrada que dá acesso a gleba tá um brinco. A prefeitura com o dinheiro do Fethab cascalhou, patrolou e deu uma ajeitada na via. O mesmo com a Estrada da Pedreira, Estrada da Palmeira e tantas outras.

O prefeito Fábio (PMDB), que até esses dias não tinha dinheiro para ajeitar as estradas vicinais, se virava como podia, agora anda sorrindo a toa e postando na sua página no Facebook imagens com as estradas arrumadas.

Até quem era contra a divisão do Fethab zipou a boca e parou de criticar. Parece que dando certo e que continue assim.

Luiz Henrique quer mudar de partido, mas 'tá' com medo de perder vaga na Câmara para o PTB

O vereador Luiz Henrique Barbosa Matias, hoje integrante do PTB, anda de conversa com o deputado federal Fábio Garcia (PSB). O deputado, que recebeu 104 mil votos em 2014, terceiro mais votado em MT, anda namorando Luiz Henrique (nome muito extenso vou começar a chamá-lo nas postagens de LH)...quer de todo o jeito que o jovem político tangaraense, mais votado para vereador em 2012, vá para o PSB.

E tem mais, o deputado federal, que é neto do ex-governador Garcia Neto - governou MT entre 1961 e 1966 - tem outros planos para LH. Aliás, Garcia sonha alto com o tangaraense, bem alto. Uma vice-prefeitura talvez.

Todavia, Luiz Henrique meio assim com a proposta. Não que ele não queira...o negócio é que se sair do PTB e migrar para o PSB, LH poderá perder o cargo de vereador, que de acordo com a legislação eleitoral pertence ao partido e não ao político.

Me contaram até que LH anda conversando com os membros do PTB para que o partido não exija a vaga na Câmara caso ele mude para o PSB. Se isso pode eu não sei, mas a conversa nos bastidores é essa.

A legislação atual diz que vereadores e deputados só podem mudar de partido sem correr risco de perder o mandato se forem para uma legenda recém-criada. Porém, um projeto de lei tramita no Congresso Nacional, PLC 75, onde uma emenda já chegou a ser aprovada permitindo a abertura de uma janela de 30 dias para que vereadores insatisfeitos com seus partidos troquem de sigla. Mas até onde sei o PLC 75 ainda tramitando.

São as articulações para a corrida ao Paço Municipal de 2016 que estão apenas começando.

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Wagner Ramos poderá apresentar programa de TV

Continuam as conversas sobre um provável retorno da programação jornalística de meio-dia da RedeTV!. Me disseram que o canal irá sim voltar ao ar daqui uns dias e é sim com intenções claras ligadas as eleições que se aproximam. São informações dos bastidores, inclusive do próprio PR e de uma fonte ligada ao canal 16.

Bem, tem mais...o próprio Wagner Ramos (do PR, tentando desesperadamente ir para o PMDB) seria o apresentador do programa de meio-dia da RedeTV!. Isso mesmo, o próprio, que apesar de negar, é o proprietário nato da emissora, pretendia comandar a programação. Ele, que tem suas origens na televisão, onde atuou como repórter antes de literalmente mudar para a profissão de deputado, seria o nome escolhido para bater de frente com os apresentadores Márcia Kappes e Sílvio Delmondes, que dominam a hora do almoço.

Seria, iria, pretendia. Porém, parece que Wagner Ramos desistiu do projeto. Os motivos? O primeiro é o tempo, pois ele teria que se dividir entre a TV e as sessões da Assembleia Legislativa em Cuiabá. O segundo, Wagner Ramos almejava disputar a Prefeitura de Tangará em 2016, mas desistiu também, inclusive quer ir para o partido do prefeito Fábio Junqueira, o PMDB, com quem anda se alinhando.

O próprio teria dito a uma fonte do PR que enfrentar Fabinho nas atuais conjunturas é dar um tiro no pé. "Tem que ter peito", teria dito o deputado. Concordo!

Pois bem, sem o explosivo Evandro Carlos e sem o famosinho Wagner Ramos o jeito será a RedeTV! apostar num prato mais simples, sem explosões e sem muito parlatório: o arroz com feijão do Emerson Romani.

De olho em 2016, Reck Jr. se candidata a presidência da Aprosoja

Pra quem ainda não conhece este é o Reck Júnior
E as peças do xadrez começam a ser manobradas. Tem muita gente aí que está se mexendo de olho nas eleições do ano que vem aqui em Tangará da Serra. Depois de usar a Exposerra 2015 para aparecer, o visível pretensor do cargo de prefeito de Tangará da Serra, o produtor e presidente do Sindicato Rural Vanderlei Reck Jr, se candidatou a presidência da Aprosoja (Associação dos Produtores de Soja de MT).

A notícia foi repercutida hoje na capital pelo Olhar Direto e pelo Diário de Cuiabá. Reck Jr. se candidatou depois que o ex-deputado Neri Geller desistiu da disputa. O tangaraense conta, segundo o Olhar Direto, com apoios importantes como os primos Blairo e Eraí Maggi.

Já o Diário de Cuiabá disse que tudo não passa de uma estratégia, de uma manobra para projetar Reck Jr. rumo a uma possível candidatura a Prefeitura de Tangará da Serra em 2016. De acordo com o jornal, políticos influentes estariam usando a Aprosoja para mostrar a imagem de Reck, que é pouquíssimo conhecido, inclusive aqui em Tangará.

Palavras do Diário de Cuiabá: "O problema é que Reck Jr., que é adepto de esportes e tem base em Tangará da Serra, na realidade quer se projetar para disputar as eleições no município. Ou seja, ele estaria usando a Aprosoja como famoso político."

Tá começando...o que tudo indica, até as convenções partidárias em meados do ano que vem haverá muita gente usando-se de artifícios para mostrar a cara, aparecer, se tornar conhecido e assim ter força e nome para concorrer ao cargo de prefeito.

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Neto "não presta contas" de Sindicato e é acionado até na Câmara

O trem anda feio pro lado do presidente do Sindicato dos Servidores Públicos da Prefeitura de Tangará da Serra, o SSERP. José Antonio Garcia Neto, ou simplesmente Neto, tá sendo pressionado por um grupo de servidores para que preste contas das arrecadações e gastos do Sindicato ao longo dos últimos 21 meses. Parece que o Neto não anda prestando conta e parte dos sindicalizados fez abaixo-assinado e encaminhou ofícios para a Câmara Municipal cobrando que os vereadores investiguem o caso.

Um dos servidores que andam pressionando Neto me contou que faz tempo já que o presidente não dá explicação sobre o que tem sido arrecadado pelo Sindicato e para onde tem ido o dinheiro. "Não to dizendo que ele tá fazendo coisa errada, mas lá no Estatuto diz que tem-se que prestar contas e ele tá se recusando", disse o servidor.

A Prefeitura também tá meio assim com tudo isso...chegou até a ser cogitado o corte nos descontos feitos pelo Município na folha de pagamento dos servidores - recursos que vão direto pra conta do Sindicato.

Neto anda até de cabelo em pé e me disseram que até foge quando o indagam sobre as contas do Sindicato.

Isso vai dar muito pano pra manga.

O Samae está em crise?

Estacão de Tratamento de Água tá quase no vermelho
O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Tangará da Serra, o Samae, parece enfrentar um período de extrema escassez de recursos. Nem mesmo o reajuste de 31,8% nas contas de água em 2015 tem sido suficiente para dar comodidade ao diretor da autarquia, Wesley Lopes Torres. Ao que parece o Samae vive hoje de suplementações orçamentárias.

Mês passado o prefeito teve que enviar para a Câmara um pedido de abertura de crédito adicional para pagar a energia elétrica do Samae. Mais de 600 mil reais tiveram que ser remanejados. Na sessão de hoje da Câmara outro projeto de lei tramita - este milionário. Mais de 1 milhão e 300 mil reais deverão ser remanejados, segundo um vereador, para pagar as contas de energia elétrica da mesma autarquia referentes aos meses de outubro, novembro e dezembro, além de manutenção em equipamentos.

O povo, que não entendeu ainda o porque de tantos remanejamentos...já que no entendimento do povo houve aumento na tarifa deveria haver também mais dinheiro em caixa, tem questionado e cobrado, principalmente os vereadores.

O vereador Professor Vagner (PSDB) é o que mais tem sido enfático com seu posicionamento contrário a tramitação do projeto em regime de urgência. Ele chegou até a tentar derrubar o regime especial, mas foi derrotado. Os demais vereadores entenderam que o mais importante é ter água na torneira dos tangaraenses.

Teve vereador da base do prefeito que concorda com a aprovação do projeto para salvar o Samae, mas reconheceu que a conta tá salgada e que a autarquia devia já ter dinheiro na conta pra ser realmente autônoma, sustentável.

Cinco vereadores almejam presidência da Câmara

Mais de um terço dos vereadores de Tangará da Serra aspiram a presidência da Câmara Municipal no ano que vem. O atual presidente Romer Japonês, do PR, é um deles. Mas o republicano vai ter que se articular bem pois há outros quatro postulantes ao cargo: Professor Vagner (PSDB), Azenate Carvalho (PMDB), Luiz Henrique (PTB) e Sílvio Sommavilla (PV).

O Professor Vagner sempre quis ser presidente, nunca escondeu isso...desde o primeiro ano de sua legislatura. Mas nos três primeiros anos não teve força suficiente para ocupar o cargo. Azenate, terceira mais votada na eleição de 2012, está enfrentando problemas de saúde, ganhou bebê recentemente, mas também deixa evidente seu desejo de comandar a Mesa Diretora.

Luiz Henrique já é macaco velho quando o assunto é a presidência do Legislativo. Já ocupou o cargo em duas Legislaturas. Sua perspicácia o torna um ótimo articulador, é hoje o vereador que mais tem força para manobrar os demais colegas.

Já Sommavilla talvez seja o que mais almeja a Presidência. Mas seus posicionamentos agressivos contra o Executivo o colocam em situação difícil diante dos colegas. Quase impossível ele convencer a todos que seu nome é o melhor para o cargo.

Um (a) vereador (a) me contou que infelizmente terá que escolher entre os cinco nomes. "Dois já passaram pelo cargo e não tiveram coragem de fazer as mudanças necessárias. Os outros três tenho certeza que não terão peito para mudar umas coisas erradas ali dentro [da Câmara]", disse o vereador (a).

Vamos esperar pra ver...até dezembro, quando deverá ocorrer a escolha do novo presidente muita água ainda vai rolar.

sábado, 10 de outubro de 2015

Vereadora Azenate é mãe de gêmeas...

Quem nos informou na tarde dessa sexta-feira foi o colega de Parlamento da vereadora, Azenate Carvalho (PMDB), vereador Sebastian Ramos (PROS), em sua página pessoal no Facebook. "Para alegria de toda sua família nasceram hoje as filhinhas gêmeas da Vereadora Azenate Fernandes de Carvalho. Parabéns Nath e Adelmo e toda a família de vocês.", disse Sebastian.

Bem, todos sabíamos que Azenate enfrentava uma gravidez de risco e há um bom tempo vinha enfrentando uma pendenga por causa dela, o que a levou, inclusive, a se ausentar das últimas cinco sessões legislativas.

Mas o período instável parece ter passado e tanto Azenate quanto as suas gêmeas estão em observação. Parabéns e melhoras a vereadora.

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Sem asfalto prometido por Ramos, prefeito cascalha MT-339

Máquinas da Sinfra trabalham na MT-339

Não tava sabendo...vi hoje no Facebook do presidente da Câmara Municipal, Romer Japonês, que a Prefeitura Municipal, através da Sinfra, cascalhou e patrolou na semana passada a MT-339, a Estrada do Assentamento Antonio Conselheiro, que liga A MT-358 (em Tangará), a várias cidades do Oeste de MT, passando por dentro de um dos maiores assentamentos do mundo.

Bem, não é obrigação do Município mexer ali, mas diante da ausência do Governo do Estado há tantos anos, quase 20 anos de ausência - o jeito é o Município se virar e dar um jeito de melhorar, dar condições minimas para aqueles moradores, são mais de 1.000 (mil) famílias que ali vivem.

Muita gente não lembra, mas no ano passado o deputado estadual Wagner Ramos (do PR, quase no PMDB) convenceu quase 100% dos eleitores do assentamento de que o asfalto chegaria imediatamente por lá. Até máquinas da empreiteira Guaxe Encomind foram deslocadas para lá, fizeram alguns aterros, patrolaram uns 100 metros e derrubaram um coqueiros, alguns dias antes da eleição, mas menos de uma semana depois sumiram.

Bem, mas isso não vem ao caso...o que importa é que não veio asfalto algum, a poeira continua enchendo os narizes dos moradores e daqui uns dias vem a lama.

Mês passado estive lá e a rodovia tava quase intransitável, além da poeira havia muitos buracos. E como os responsáveis, o deputado (que prometeu) e o Estado, não fizeram nada o jeito foi o prefeito Fábio pedir pro secretário Chico Clemente patrolar e cascalhar a MT-339. Ficou bem melhor e os moradores agradecem.

Mais uma vez o Município teve que suprir as obrigações que o Estado nao cumpre.

De olho nas eleições, Rede TV! ensaia retorno...

Emerson Romani deve comandar nova programação
Ouvi dizer que a Rede TV! Tangará da Serra, canal de propriedade do deputado estadual Wagner Ramos (do PR, quase do PMDB), ensaia um retorno ao ar no horário nobre da programação da TV tangaraense que é entre as 11:00 e as 13:00.

Parece que o Canal 16 só aparece em tempos de campanha eleitoral - quando falta um ano certinho para as eleições eles reaparecem. Foi assim em 2013, quando faltava um ano para a eleição de novos deputados. Deu certo, o proprietário da TV venceu o pleito.

Me disseram que dessa vez, porém, existe uma estratégia diferente, Evandro Carlos, que em 2013 e 2014 foi determinante na programação do canal, será deixado de lado por enfrentamentos (brigas, embates, dedos na cara) internos com o próprio Ramos. Quem deverá comandar a programação de meio-dia é o simpático Emerson Romani, que já apresentou o mesmo programa antes do Evandro Carlos. À época, Romani foi substituído porque os manda-chuva da Rede TV! achavam ele muito frio - precisavam de alguém mais durão e sarcástico para fazer um embate com Delmondes, da Record.

A meta agora é ser mais light, mais leve, menos agressivo, afinal de contas tanto o PR quando o PMDB, partidos de interesse de Ramos estão assim ó, namorando o prefeito Fábio Junqueira (PMDB), que é a bola da vez. Todo mundo quer ser vice de Fábio.

O mesmo time do ano passado deve voltar junto com Emerson Romani. A previsão de retorno é para novembro. Novamente a Rede TV! vem pro embate com os poderosos Márcia Kappes, da Band, e Delmondes, da Record, além dos menos quentes MT TV da TVCA e Bem no Almoço do SBT.

Como diria o tremendão Erasmo Carlos: Vem quente que eu to fervendo.

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

A oposição sem critério do vereador Fabão


Tô aqui tentando entender o critério adotado pelo Fabão para fazer oposição na Câmara. 

Bem, vamos lá...O vereador Fábio Brito, o Fabão do PSDB, não demonstra ter muito critério em seu, digamos, jeito de fazer oposição. O jovem tucano parece uma metralhadora que cospe fogo num único alvo – a administração do prefeito Fábio Junqueira do PMDB.

Para Fabão não faz diferença criticar a falta de uma ação, ou mesmo a sobra de ações. O negócio dele é disparar contra o seu chara.

Por último o vereador, afilhado político do deputado estadual Saturnino Masson, conseguiu...imagine só...falar mal do asfaltamento do bairro Bela Vista. Antes a crítica, geral por sinal, era o fato do Bela Vista ser composto em sua totalidade por ruas de terra. Agora, como a prefeitura está asfaltando todo o bairro e com recursos próprios, o jeito que Fabão encontrou foi criticar a qualidade do asfalto, que nem pronto está.

Ele postou no Facebook, usando seu Smartphone, durante a sessão da Câmara, fotos da pavimentação ainda por metade de uma rua do bairro e, como um engenheiro civil, teceu comentários técnicos sobre a qualidade do asfalto ali aplicado.

Isso nos faz crer que o critério adotado por Fabão na oposição que faz ao Prefeito, orientado pelo ninho tucano é claro, é bater por bater. Se não faz, apanha, se faz, apanha do mesmo jeito.

Azenate falta a mais uma sessão e prejudica trabalhos na Câmara


Vereadora é chamada de “turista” por colegas de Parlamento

A Vereadora do PMDB, Azenate Fernandes Carvalho segue faltando às sessões da Câmara Municipal de Tangará da Serra. Denunciada na semana passada pelo jornal Diário da Serra, a parlamentar voltou a faltar na sessão ordinária desta terça-feira, 06.

As constantes faltas da parlamentar, justificadas por ela por questões de saúde particular, têm provocado um clima de insatisfação entre os próprios vereadores. Segundo um parlamentar, que preferiu não ser identificado, Azenate já é chamada de ‘turista’ no Legislativo.


Dias atrás, outro vereador sugeriu que a peemedebista se licenciasse de uma vez e cedesse o espaço para o suplente, também do PMDB, Ronaldo Quintão, que já assumiu a cadeira por cerca de 30 dias. Mas de acordo com fontes no Parlamento, Azenate não pretende permitir que Quintão volte a ocupar sua cadeira, pois considerou que a passagem anterior do advogado e líder comunitário na Vila Esmeralda ocupou muito espaço na mídia e isso pode acarretar “prejuízos” eleitorais em 2016 à vereadora de primeiro mandato.

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Vereadores detonam o Outubro Rosa sem o mamógrafo

Heverton Luiz/Rádio Pioneira
Vão gastar 230 mil reais para academias ao invés de investir esse dinheiro em exames

Alguns vereadores se revezaram na tribuna da Câmara Municipal para metralhar contra a Campanha Outubro Rosa, anunciada semana passada pela Sala da Mulher. Até a primeira-dama, Dona Helena Junqueira, foi intimada a dar uma explicação de como realiza-se uma campanha do tipo se a cidade sequer tem mamógrafo funcionando e, pra completar, segundo as palavras dos vereadores, a fila por exames de câncer soma mais de 500 pacientes aguardando.

Vagner (PSDB), Sommavilla (PV) e Luiz Henrique (PTB) foram os que mais bradaram alto na tribuna.

Teve um até que disse: vão gastar 230 mil reais para academias ao invés de investir esse dinheiro em exames. 

Outro disse: Faz 2 anos e meio que estamos com esse problema do mamógrafo. Até quando?

Não sei qual deles também lembrou que foi aprovado um remanejamento de recursos para instalar provisoriamente o mamógrafo em uma sala do Posto Central.

No contraponto às opiniões de Vagner, Somma e Luiz Henrique, os vereadores Rogério Silva e Niltinho do Lanche defenderam as condições do Município.

Rogério se posicionou contrário a utilização do dinheiro das academias, pois segundo ele  os cofres municipais já estão sendo sugados até a última gota para se investir em saúde: a Constituição manda investir 15% do orçamento, estamos investindo 30% e vocês ainda querem sugar ainda mais das outras secretarias, disse, lembrando que o Estado deveria fazer sua parte.

A fala do Niltinho rende outra postagem (na sequência coloco), mas já adianto que ele ficou P da vida com os colegas: Tenho vergonha de alguns colegas aqui quando eles usam a tribuna, falam mentiras, disse.

Pelo jeito, se depender de alguns vereadores, esse Outubro Rosa vai ser Vermelho.

Jogos Regionais: Anibale se explica na Câmara

“Os Jogos nunca foram cancelados, pois nunca houve convênio entre nós e o Estado”, disse Ademir

Nos últimos dias se formou um buxixo na cidade por causa dos tais Jogos Regionais Estudantis, cuja sede seria Tangará da Serra. Seria... não fosse uma série de acontecimentos desde o início do ano. O secretário de Esportes, Ademir Anibale, após pedido formal de vereadores, foi até a Câmara Municipal explicar o porquê houve o cancelamento (não houve cancelamento, mas esse era buxixo de quem não gosta do Anibale).

Vou explicar. Tudo começou no final de janeiro quando a Secretaria de Esportes de Tangará mandou um ofício para a Secretaria de Esportes do Estado (Secel) demonstrando intenção em realizar os Jogos aqui. A princípio chegou-se até a ser informado que nossa cidade receberia o evento.

Porém, uma força política de Diamantino conseguiu transferir os Jogos para lá. (Essa força política de Diamantino é forte mesmo, pois vive ganhando as coisas pra lá em detrimento de TGA). Acontece que em setembro Diamantino desistiu do evento alegando nem sei o que. Ocorre que a Secel procurou todos os municípios da região, Nobres, Rosário, Barra do Bugres, não sei mais quem, oferecendo os Jogos...por último, bem por último, procurou Tangará da Serra.

Após reunião em Cuiabá com o secretário de Esportes do Taques e em Tangará com o prefeito Fábio, Ademir Anibale resolveu não realizar Jogos nenhum. Por que? Porque o Estado, depois de desdenhar, queria que Tangará assumisse a realização do evento e ainda por cima, em cima da hora, e mais por cima ainda investindo recursos próprios. Pra completar, naqueles dias de setembro ocorreu a Prova Brasil e as escolas não poderiam ser usadas como alojamento.

Sei que o secretário Anibale, que agiu de boa-fé, chegou até a anunciar o evento na mídia, acabou pagando o pato. Na tribuna da Câmara nesta terça, 06, ao se defender de alguns vereadores raivosos, ele sentiu na pele o gosto amargo da sabatina.

Por fim, tudo explicado:
Resumindo: O Estado mais uma vez tratou Tangará com desdém, Diamantino tem mais força política, tentaram empurrar os Jogos goela abaixo depois, mas a gestão foi esperta e disse: Não!

Parabéns ao Ademir Anibale. 

Com Serys, PRB em Tangará se fortalece

Depois de ser traída, isolada e humilhada por parte da companheirada do PT em 2010, Serys Marli Slhessarenko, ex-deputada estadual, ex-deputada federal e ex-senadora, deixou o partido em 2012. Desde  então ficou na tocaia esperando o momento certo de reaparecer. Chegou a passar pelo PTB, mas desde março faz parte do PRB, que a quer lançar candidata a Prefeitura de Cuiabá em 2016.

A ida de Serys para o PRB fortalece o partido em todo o estado, inclusive aqui em Tangará da Serra. O PRB, que por aqui não é nanico coisa nenhuma, foi um dos pilares de sustentação para a eleição de Fábio Junqueira em 2012. Na corrida para o Legislativo naquele ano fez quase 2.500 votos e elegeu Niltinho do Lanche (hoje no PROS). Sem contar que o PRB é um dos partidos que mais tem filiados em Tangará. Além disso, Serys, em 2010, mesmo em meio a um embate com seus próprios companheiros, recebeu nas urnas tangaraenses mais votos que Carlos Bezerra (PMDB), Eliene Lima (na época do PP), Valtenir Pereira (na época do PSB) e Júlio Campos (DEM).

Mês passado, a própria Serys esteve em Tangará da Serra para rearticular o PRB. Procurou o apresentador Sílvio Delmondes, da TV Record, que hoje está no PSD, mas que já foi presidente e candidato a deputado pelo PRB e pediu seu apoio para reorganizar a sigla por aqui. Delmondes passou a bola pra frente, mas recomendou a algumas pessoas que deem continuidade ao projeto.

Um grupo, formado, entre outros, pela ex-secretária de Indústria, Comércio e Serviços, Hiara Hernandes e pelo líder comunitário Silvano Ferreira (o Silvano da Honda), se mobilizou e montou uma comissão provisória para tocar o PRB. A diretoria provisória foi formada e os nomes enviados para o crivo de Serys em Cuiabá e até dia 15 desse mês deverá ser oficializada. Silvano da Honda deverá ser o presidente.

Trocando em miúdos, indo direto ao ponto: o PRB se prepara para vir mais fortalecido em 2015.


Tendência é PT não lançar candidato a Prefeito


Vice-prefeito, Zé Pequeno se vê isolado politicamente e deve recuar de projeto mais audacioso para disputar vaga na Câmara

Ao que tudo indica o Partido dos Trabalhadores não deverá arriscar uma candidatura a Prefeito nas eleições do ano que vem em Tangará da Serra. A crise vivenciada pela legenda em todo o país com escândalos de corrupção em todas as esferas do partido atingiu patamares incalculáveis e o mais apaixonado dos petistas já não acredita em vitória no pleito seguinte.

Além de não acreditar em vitória, petistas de Tangará temem um verdadeiro vexame nas urnas. Considerando o massacre sofrido por Dilma Roussef em 2014, que perdeu no Município para Aécio Neves que obteve mais de 70% dos votos no 2º turno, o PT tenta viabilizar a eleição de pelo menos dois vereadores.

O partido irá, segundo membros, concentrar todos os seus esforços em dois nomes. Inicialmente três petistas deverão lutar com mais veemência por essas duas vagas pretendidas – Zé Pequeno, Gilcélio Peres e o atual e único vereador do partido, Weliton Duarte, que tem sofrido forte desgaste em seu bairro, a Vila Esmeralda.

Justiça Federal em Tangará da Serra: Quem é o pai da criança?




Após uma visita vip ao presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, Paulo Cunha, os deputados estaduais Wagner Ramos (PR) e Saturnino Masson (PSDB), espalharam pela mídia estadual que Tangará da Serra ganhará ainda este mês mais um filho: um posto avançado da Justiça Federal. Boa notícia, mas acontece que Ramos e Masson deixaram entendido que são eles os pais dessa criança.

Jogaram na mídia, através de suas eficientes assessorias de comunicação, a informação como se fosse uma notícia quente, da hora. Não é não, viu! Eu mesmo já estou sabendo disso há mais de um ano. Quem me contou ainda em 2014 foram dois vereadores: o Rogério Silva, do PROS, e a Azenate Carvalho, do PMDB. Como advogados, os dois vinham lutando por este tal posto há um bom tempo. e merecem todo o mérito local pela sua instalação.

Lembro que o Rogério Silva vivia no pé do deputado federal Valtenir Pereira (PROS) cobrando a Vara Federal ou pelo menos o posto avançado. A Azenate também, a seu modo, com seus parceiros, fazendo o mesmo. Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura. Rogério, Azenate, Valtenir, com o apoio de outros pares como o Executivo Municipal e os próprios deputados e, principalmente da OAB local, conseguiram sensibilizar o manda-chuvas da Justiça Federal, que aceitaram mandar um posto avançado pra cá.

Ainda não é a prole dos sonhos, mas já é meio caminhado andado em direção a implantação de uma Vara federal por aqui.

Como de toda criança bonita, saudável e rechonchuda todo o mundo quer ser pai recomendo que façamos um exame de DNA, pois é muito feio roubar filho dos outros.