segunda-feira, 30 de maio de 2016

Vereador defende concessão e construção de um novo terminal rodoviário em Tangará da Serra

Vereador Luiz Henrique 
O vereador Luiz Henrique (PSB) propôs na última semana que a Prefeitura faça a concessão dos serviços do terminal rodoviário de Tangará para a iniciativa privada. Ele propõe que a empresa concessionária construa uma nova rodoviária e passe a explorar e cobrar pelos serviços prestados, assim como ocorre em outras tantas cidades do país.

Ele quer que seja substituída a estrutura obsoleta e mal localizada que interfere negativamente no transito do centro e atrai andarilhos e o comércio de drogas. Bem, concordo com o vereador, já passou da hora de Tangará da Serra resolver esse problema. Nosso terminal rodoviário é antigo, foi construído há 30 anos e já não suporta mais a demanda existente.

Quando foi construído o atual terminal rodoviário, Tangará tinha quase metade da população atual, não possuía metade dos veículos que possui hoje e sendo assim tinha um transito bem diferente, mais calmo e organizado. 

Conceder a rodoviária poderá resolver um problemão, todavia, creio que tudo deve ser bem pensado para não criar outro problema. Basta uma pesquisa para ver que dezenas de concessões Brasil ‘a dentro’ não deram certo. Não podemos resolver um problema e criar outro.


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

PP aposta em tempo de TV, lança 20 pré-candidatos a vereador e única mulher pré-candidata à prefeita

Marli Franchini - Pré-candidata a prefeita
Airto Franchini - Pres. do PP
Conversei na última semana com o presidente do Partido Progressista (PP) de Tangará da Serra, Airto Franchini. Perguntei a ele como está a estrutura atual da legenda por aqui e se ainda está de pé o projeto de lançar um candidato a prefeito em 2016. Airto Franchini me assegurou que o projeto progressista está mais certo que nunca.

“Somos um dos partidos mais estruturados de Tangará, temos 20 pré-candidatos à Câmara e queremos eleger entre 2 ou 3 vereadores”, disse.

Airto e o PP apostam em dois diferenciais. “Somos o único partido com uma mulher pré-candidata, Marli Franchini e temos o 3º maior tempo de televisão, além disso o PP tem a liberdade de compor com qualquer partido na majoritária”, disse ele, destacando ainda a força que o PP ganhou nas últimas semanas com a adesão do Ministro da Agricultura Blairo Maggi. Lembrando que o PP já controlou o Ministério da Agricultura com Neri Geller.

Em âmbito nacional o PP controla ainda um dos maiores ministérios que é o Ministério da Saúde, gerido pelo ex-prefeito de Maringá e deputado federal, Ricardo Barros.


“Para completar”, aposta Airto, “hoje o PP tem a maior bancada ruralista no Congresso”.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Confirmado: Rogério Silva ocupará vaga de Carlos Bezerra em Brasília; Wilson Verta assumirá na Câmara

Rogério Silva ocupará vaga no Congresso.
Wilson Verta assume na Câmara
O vereador Rogério Silva (PMDB) acerta os últimos detalhes para assumir a partir de 1º de junho (próxima quarta-feira) como deputado federal em Brasília (DF). Ele assumirá a vaga do deputado Carlos Bezerra (PMDB) pelo prazo de 122 dias, ou seja, até o final de setembro.

Rogério Silva recebeu 16 mil e 116 votos na eleição de 2014 quando ainda estava no PROS, sendo o 18º candidato a deputado federal mais votado do estado e o mais votado em Tangará da Serra.

O último tangaraense a ocupar tal posto foi o hoje deputado estadual e ex-prefeito de Tangará da Serra por duas vezes, Saturnino Masson (PSDB), que ocupou o cargo em 2008, durante período de licença da então deputada federal Thelma de Oliveira.

WILSON VERTA
No lugar de Rogério Silva na Câmara Municipal será empossado o suplente de vereador Wilson Verta (PSDB).

Verta é cirurgião dentista e já ocupou a vaga em 2014 quando Silva se licenciou para se dedicar justamente a candidatura a deputado federal. Ele é grande conhecido da sociedade tangaraense especialmente pelos trabalhos desenvolvidos no projeto esportivo “Estrela da Serra” de judô que em 14 anos atendeu aproximadamente quatro mil crianças e adolescentes.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Saiu no DS: Juíza dá prazo de 30 dias para Município resolver problema de falta de medicamentos

Reprodução Diário da Serra
A edição desta quarta-feira do Diário da Serra traz a informação de que a juíza Elza Yara Ribeiro Sales Sansão concedeu parcialmente segunda-feira, 23, o pedido de tutela provisória de urgência determinando que o Executivo Municipal de Tangará da Serra providencie, no prazo de 30 dias, o necessário para suprir a rede municipal de saúde com todos os medicamentos em falta.

De acordo com um trecho da tutela provisória, o estoque deverá ser renovado e mantido até posteriormente posicionamento judicial, sob pena diária no valor de R$ 5 mil.

A ação foi proposta na quarta Vara Cível pelo Ministério Público (MP), afirmando que foi realizada uma vistoria no Hospital Municipal Arlete Cichetti de Brito, no Posto de Saúde Central e na Unidade de Saúde da Família da região central, onde foi verificada a quase inexistência de medicamentos básicos e insumos, tais como dipirona, antibióticos, seringas, luvas e gazes.

“Em decorrência da situação retratada, postula pela concessão de tutela de urgência, para que esse juízo determine que o Município supra os medicamentos essenciais que estão em falta na rede municipal de saúde”, cita trecho da Ação Pública protocolada na época pelo MP.


Na mesma reportagem o prefeito Fábio Junqueira (PMDB) afirma que os medicamentos já foram adquiridos e estão sendo distribuídos às unidades de saúde e ao Hospital Municipal.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

Sílvio Delmondes volta a apresentar o Balanço Geral nesta quarta-feira

Sílvio Delmondes
Após quase dois meses o polêmico e descontraído comunicador Sílvio Delmondes volta a comandar a partir desta quarta-feira, 25, o programa Balanço Geral da TV Vale Record.

O 'Careca', como é conhecido, se afastou da telinha no final de março e neste período se dedicou a seu novo empreendimento, um parque temático que está construindo na região da Linha 12.

No período o Balanço Geral foi apresentado pelos comunicadores Huendeberg de Jesus (Cidade Alerta) e Carmen Olyntho.

O Balanço Geral vai ao ar de segunda a sexta-feira das 11:00h as 12:15hs no canal 7.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

Mais de 64 mil tangaraenses estão aptos a votar nas Eleições de 2016, segundo o TSE

Vista parcial do centro de Tangará da Serra
Na eleição de 2014 Tangará da Serra tinha 62.304 eleitores. Em 2016, até agora, já são 64 mil e 199.

Tangará aparece como quinto maior colégio eleitoral do Estado atrás apenas de Cuiabá (414 mil), de Várzea Grande (183,7 mil), Rondonópolis (145,2 mil) e Sinop (88,3 mil) eleitores. O quantitativo é provisório, pois existem alguns requerimentos de alistamento eleitoral, transferências e regularização de suspensão que ainda não foram contabilizados.


O levantamento oficial será divulgado somente em julho.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

Vereador alerta que Município vai perder mais de 450 mil reais por não executar obra

Vereador Weliton Duarte (Coquinho)
O vereador Weliton Duarte, o “Coquinho” (PT) alertou ontem na sessão da Câmara Municipal que a Prefeitura perderá mais de R$ 468 mil que foram destinados pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) ainda em 2012 e que ainda não foram aplicados.

Tal verba foi destinada para a construção de um Banco de Alimentos no Jardim Shangri-lá e a prestação de contas era para ter sido feita em dezembro de 2015.

“O recurso está na conta da Prefeitura, era para prestar conta em dezembro de 2015 e nem foi feita a licitação, vamos perdê-lo”, alertou o vereador, lembrando que o Executivo tem perdido muitos recursos federais como o Banco de Alimentos de Progresso e o PELC, que virou uma CEI na Câmara.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

Denúncia: Câmara e Ministério Público investigam prefeito e secretário de Saúde por tráfico de influências

Prefeito Fábio e secretário de Saúde Itamar Bonfim
O Ministério Público Estadual e a Câmara Municipal de Tangará da Serra estão investigando o secretário municipal de Saúde Itamar Martins Bonfim e o prefeito Fábio Martins Junqueira (PMDB) por tráfico de influências. A informação foi confirmada esta manhã pela vereadora Azenate Carvalho (PSB).

Uma denúncia foi formalizada tanto no Legislativo quanto no MP de que o Executivo Municipal contratou para gerir o sistema de informatização de setores da Saúde Pública uma empresa administrada pelo filho do secretário, a TWI Consultoria e Tecnologia, que gerencia o software G-MUS, utilizado nas Unidades de Saúde da Família (USF's).

“O próprio secretário nos confirmou isso, que seu filho é funcionário dessa empresa contratada recentemente para prestar os serviços de informatização de Unidades de Saúde. Na nossa avaliação isso é tráfico de influência, o que é proibido no serviço público”, disse a vereadora, revelando ainda que a mesma denúncia está nas mãos da Promotoria de Justiça.

De acordo com Azenate já havia uma empresa que geria o sistema dos PSF’s, porém, a Secretaria de Saúde pegou carona com uma licitação da prefeitura de uma cidade de Rondônia e contratou a empresa que tem o filho do secretário no quadro de funcionários.

“Acredito que as medidas serão tomadas pelo Ministério Público, do contrário tomaremos uma providência aqui na Câmara”, disse, explicando que dados estão sendo levantados e que não está descartada a abertura de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para investigar o caso.

“O caso é grave e os responsáveis pela gestão poderão responder por improbidade administrativa”, confirmou a vereadora.

INVESTIGAÇÃO -  Tudo começou quando houve uma denúncia na Câmara informando sobre a presença de parente do secretário na empresa contratada. Em seguida, um Projeto de Lei (062/2016) foi apresentado pelo Executivo pedindo a Abertura de um crédito suplementar no valor de mais de R$ 1,2 milhão de reais.


Tal abertura de crédito entrou na Câmara com pedido de tramitação em regime de urgência especial. O recurso seria remanejado para o pagamento de serviços de limpeza hospitalar, serviços de laboratório, transporte de pacientes do interior do Município e de forma um tanto quanto omissa para o pagamento dos serviços da tal empresa. “Já tínhamos uma denúncia, aí esse projeto veio assim, resolvemos investigar”, disse Azenate. 

O PL 062 foi aprovado ontem na Câmara por 7 votos a 6.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

terça-feira, 24 de maio de 2016

Após sessão: Wagner Ramos e Zé do Pátio batem boca na Assembleia Legislativa

Quem acompanhou o fim da sessão na AL da última quinta-feira, 19, assistiu a um bate-boca entre os deputados Zé Carlos do Pátio (SD) e Wagner Ramos (PSD). 

Pátio teria ficado revoltado após Ramos encerrar a sessão e não deixá-lo falar, informou o site Mídia News.


Ramos disse que Pátio não estava inscrito e que já havia passado do horário regimental. “O senhor é deputado de 5 mandatos, sabe o regimento, não fica em plenário e o seu nome não estava inscrito”, disse Ramos, que recebeu como resposta de Pátio: “Vai ter volta”.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

Saturnino e Wagner compõem Frente Parlamentar pelo desenvolvimento da região

Saturnino e Wagner
Os deputados tangaraenses Saturnino Masson (PSDB) e Wagner Ramos (PSD) compõem uma importante frente parlamentar criada na AL: a Frente para o Desenvolvimento das Regiões Oeste e Sudoeste de MT. A meta é trabalhar o desenvolvimento da região de forma sustentável e encurtar distâncias.

“O principal sonho é a ligação das duas regiões ao resto do estado”. Segurança, saúde e indústria também são focos.

Já Saturnino Masson destacou que “é preciso sensibilizar o governo para encurtar distância e para investir em outras frentes, como o crescimento da bacia leiteira e incentivo aos pequenos produtores”.


Compõem ainda a Frente os deputados Wancley, Dr. Leonardo, Eduardo Botelho e Guilherme Maluf.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

Sindicato Rural: Há 31 anos participando do desenvolvimento e da política tangaraense

Galeria de presidentes do Sindicato Rural de Tangará da Serra
O Sindicato Rural de Tangará da Serra completa hoje 31 anos de fundação. Desde 1985 a entidade tem contribuído com o desenvolvimento da cidade e da região, inclusive no campo político.

Muitos de seus membros participaram e participam ativamente da política local, o ex-prefeito e ex-deputado estadual Jaime Muraro por exemplo.

Além de Muraro, outros integrantes da entidade ocuparam ou concorreram a cargos eletivos. Tais como João Girotto que foi vereador, Antônio Barbosa já foi secretário e candidato a vereador, Martin Rosélla que foi candidato a prefeito, Giocondo Vacarri que foi vereador e Normando Corral que foi candidato a vice-prefeito. .


Atualmente o Sindicato tem seu presidente, Reck Júnior, como pré-candidato a prefeito. Eis a força política do agronegócio! 

Parabéns ao Sindicato Rural.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Janine Gruber: Ministério Público arquiva ação que ex-secretária de Educação moveu contra prefeito

Prefeito Fábio e servidora Janine Gruber
A informação foi divulgada pela Assessoria de Imprensa da Prefeitura. 

Em nota, a assessoria noticiou que o Ministério Público do Estado de Mato Grosso, através da Promotoria de Justiça Cível de Tangará da Serra informou através do Ofício número 205 que indeferiu a representação, promovendo seu arquivamento, das denúncias feitas pela ex-secretária Municipal de Educação, servidora de carreira, Janine Cristina Gruber Nogueira contra a Prefeitura, administrada por Fábio Junqueira (PMDB).

De acordo com o MP, o Município demonstrou ter agido pautado no ordenamento jurídico vigente, quanto a exoneração da função comissionada da servidora, atuando dentro de sua margem de discricionariedade, haja visto, que funções comissionadas são de livre nomeação do prefeito.

Em relação ao questionamento feito pela servidora em função do gestor da Secretaria Municipal de Educação tê-la colocado a disposição, o MP em sua promoção de arquivamento, afirma que o Município também agiu sem qualquer desrespeito a legalidade.


Ainda segundo o texto do arquivamento da denúncia feita pela ex-secretária, o MP enfatiza que é patente do Gestor que os cargos e funções em comissão são de livre nomeação e exoneração, e que por conta disso, a servidora na ocasião ocupava a função de Chefe de Departamento e assim, no momento em que a “gestão optar por exonerar de tal função, pode o fazer sem qualquer embaraço”, cita em sua decisão a Promotoria de Justiça.

A mesma denúncia ainda tramita na Câmara Municipal. Comissões permanentes  de vereadores investigam o caso.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

Empresário Wagner Gouveia é o nome forte do Partido Social Cristão de Tangará da Serra

Wagner Gouveia (PSC)
O PSC (Partido Social Cristão) tem se fortalecido nos últimos meses, especialmente depois de ganhar um filiado de peso: Jair Bolsonaro. Em Mato Grosso, o partido tem como referência o deputado federal Victório Galli e o deputado estadual Pery Taborelli, que é cogitado para concorrer a Prefeitura de Cuiabá nesta eleição.

E em Tangará da Serra? Bem, por aqui o PSC já se movimenta e estuda o rumo que irá tomar nesta eleição.

Em reunião ampliada do PSDB no mês passado o partido mandou representante e uma das possibilidades é apoiar o pré-candidato Vander Masson (PSDB). Todavia, nada certo. O PSC tem um nome forte e pode ser que se proponha a disputar a majoritária: Wagner Gouveia (Pró Café).

Wagner Gouveia foi candidato a deputado estadual em 2010 pelo nanico PTN, recebeu pouco mais de 1.500 votos em Tangará e mais de 2.500 no geral. Força entre os evangélicos, Gouveia é nome a ser estudado e não deve ser subestimado.

Como empresário é proprietário de uma das maiores indústrias de café do Mato Grosso, tem história em Tangará da Serra e tê-lo como aliado é determinante, principalmente por sua postura cristã e como defensor da família.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

CEI da Palmital: Prefeito e secretário de Infraestrutura são ouvidos por comissão de inquérito

Momento em que o prefeito Fábio era ouvido pela CEI da Palmital
Começou na manhã desta sexta-feira, 20, as oitivas da denúncia envolvendo suposta utilização de máquinas da Prefeitura de Tangará da Serra em uma fazenda particular da região da Estrada do Ararão. Membros da Comissão Especial de Inquérito, a chamada CEI da Palmital ouviram nesta manhã o prefeito Fábio Martins Junqueira (PMDB) e o vereador Professor Vagner (PSDB).

Fábio foi ouvido obviamente por ser prefeito e automaticamente um dos alvos da investigação; já o Professor Vagner está sendo ouvido por ter sido um dos parlamentares que visitou in loco o local da denúncia.

O prefeito chegou à Câmara por volta das 10 horas da manhã e negou que tenha havido qualquer tipo de crime.

Hoje a tarde a CEI da Palmital, presidida pelo vereador Rogério Silva (PMDB), ouvirá o secretário de Infraestrutura Selton Vieira.

Serão ouvidos ainda o vereador Romer Japonês (PSD), um servidor público que trabalhou no local e o gerente da Fazenda Palmital.

A CEI foi criada para investigar denúncia de que máquinas da Prefeitura foram utilizadas para fazer benfeitorias em uma área particular da Fazenda Palmital, como moeda de troca a Prefeitura ganharia autorização para retirar cascalho do local. Outra linha investiga crime ambiental na retirada deste cascalho.

Ainda compõem a CEI da Palmital os vereadores Zedeca Ferreira (PMDB) e Maurizan Godoi (PSD).

A Comissão tem até o dia 05 de junho para expedir o relatório e apresentá-lo aos demais vereadores.

Caso a comissão confirme as irregularidades a Câmara deverá criar uma Comissão Processante contra a gestão Junqueira.


O vereador Sílvio Sommavilla (PDT), presidente do Legislativo, é o autor do pedido de abertura da CEI.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Educadores questionam o motivo do ‘silêncio’ da gestão: “O prefeito esqueceu que já foi professor?”

Pauta da categoria protocolada
dia 11 de abril e que ainda não
foi respondida
Mobilizados nas redes sociais e no corpo-a-corpo nas escolas e demais órgãos públicos, servidores do ensino municipal de Tangará da Serra cobram da gestão um posicionamento sobre a pauta de reivindicações formatada por eles e entregue ao executivo há quase 40 dias. Pauta essa que segundo eles está sendo ignorada pelo prefeito Fábio Junqueira (PMDB) e pelo secretário de Educação Adriano Fernandes que utilizam a estratégia de ficar em silencio. "Vamos deixar as coisas como estão? Qual o motivo do silêncio da Administração Pública?", questionam membros do Sintep no Facebook.

Perguntei ao professor Abner Alcantara, do Centro Municipal de Ensino Ayrton Senna, que tem encabeçado um movimento forte em favor da categoria, se houve alguma resposta do Executivo sobre a pauta apresentada a ele no dia 11 de abril. Ele me respondeu que não:

“Até nesse momento não responderam nenhuma de nossas pautas. Estão em silêncio com a categoria. Estamos aguardando e indagando o motivo do silêncio da Semec. E todos os professores contratados aguardam município cumprir a lei 11.738/2008 para hora atividade.
Pois todos professores contratados levam serviço para casa, muitos destes trabalham até altas horas da noite e não recebem como os demais. Fica a pergunta: Só por serem contratados têm que ser tratados com diferença? Ou o prefeito esqueceu que já foi professor?”, disse.

E completou: “Até a rede estadual já resolveu esse problema com os professores contratados e a Semec até agora não sinalizou interesse em discutir com Sintep”.

A pauta de reivindicações dos profissionais da Educação tem seis itens, que vão desde as hora atividades a implantação da jornada de 30 horas, de correções no piso salarial e melhoria na estrutura física das escolas municipais.


Se o silêncio permanecer e a gestão não sinalizar para uma solução destes problemas, servidores não descartam a realização de uma paralisação da categoria e inclusive uma greve na rede municipal de ensino.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

Para concluir academias a tempo da inauguração, secretário paralisa outras obras importantes

Servidores que construíam Praça da Bíblia foram remanejados
para terminar academias colocadas na programação de aniversário
sem estarem concluídas.
Equipe empenhada e maquinário trabalhando a todo vapor. Tudo isso para que mais quatro academias da Terceira Idade (Distrito de Progresso, Jardim Rio Preto, Jardim Santa Lúcia e Bosque Municipal) construídas pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Sinfra) sejam entregues na data que consta na programação de aniversário de 40 anos do município. Tiveram a proeza de colocar na programação oficial a inauguração das academias e sequer as obras tinham iniciado. A data para inauguração está marcada para o dia 27 deste mês.

Mas para que todo esse trabalho realizado ‘em cima de hora’ pela Sinfra tenha resultado é preciso dar um ‘jeitinho’.  E a maneira encontrada pelo secretário de infraestrutura, Selton Vieira, foi desfazer a equipe que trabalha na construção da Praça da Bíblia e destinar parte dos servidores às obras dessas academias. 

É como diz o ditado: descobre um santo para cobrir outro.

Com isso, as obras da nova praça que já estão atrasadas vão demorar ainda mais para serem entregues. Vale ressaltar que a praça está sendo construída com recursos próprios e nem entrou na programação de aniversário da cidade.

O Blog apurou que servidores da Sinfra não estão muito contentes com a atuação do secretário e se mostram indignados com algumas atitudes tomadas por ele. Uma delas é que constantemente o secretário disponibiliza servidores da Sinfra para realizar reparos em outras secretarias, prejudicando desta forma as obras realizadas diariamente.

Mas... voltando à Praça da Bíblia... o assunto tem ganhado destaque nos últimos dias pela demora da conclusão de suas obras e a arquitetura que não agradou. 


Apesar de não ter ainda concluído o paisagismo do local, a nova praça tem recebido uma chuva de críticas por parte da população. Os maiores questionamentos estão relacionados as árvores arrancadas e a ausência de bancos. Recentemente o secretário de infraestrutura anunciou na mídia que o prazo para a conclusão dessa obra é de mais 30 dias. Pois é secretário... vamos sentar e aguardar.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

Deputados tangaraenses compõem comissão criada para pressionar Taques a conceder RGA para servidores

Wagner e Saturnino compõem comissão que irá pressionar Governo
Os deputados de Tangará da Serra Saturnino Masson (PSDB) e  Wagner Ramos (PSD) compõem uma comissão, formada ainda por outros 10 deputados estaduais, formada para encontrar uma proposta de resolução para o impasse criado entre servidores públicos estaduais, que querem 100% do RGA, e o governo, que alega não poder pagar nada, ou seja, 0%. 

A proposta, que deve ser fechada na quinta-feira, 19, tem como objetivo maior evitar uma greve já anunciada para o dia 24 pelas categorias de servidores públicos.


“Vamos nos debruçar sobre os números e encontrar uma proposta que possa ser boa para as duas partes”, disse Emanuel Pinheiro, autor do requerimento que resultou na participação dos servidores em reunião do Colégio de Líderes nesta tarde.

É que depois de receber o governo para ouvir as alegações para o não pagamento, deputados estaduais receberam uma comissão de cerca de 30 representantes dos servidores públicos estaduais, dirigidos pelo Fórum Sindical e que lutam para mudar a decisão do governo Pedro Taques de não pagamento da Revisão Geral Anual (RGA), um direito assegurado pela Constituição. 

“Já ouvimos o lado do governo e agora estamos com os representantes dos servidores. O objetivo é buscar apoio dos deputados para a causa do servidor e contar com o apoio dos parlamentares para abrir um canal de negociação com o governo”, disse Pinheiro.

Adolfo Grassi, do Fórum Sindical, lembrou que “o RGA é direito e não deveria nem estar em discussão”. Já o servidor Oscarlino Alves disse que os servidores querem um debate sobre os números técnicos do Estado. Os servidores também se referiram ao fato de o governador estar viajando ao exterior para buscar investimentos: “como o servidor vai cumprir com o investidor, se o governo não cumpre com o servidor”, questionaram.

As negociações estão num impasse. Ontem (16.05), os servidores públicos estaduais estiveram reunidos com o secretário de Estado de Gestão (Seges), Júlio Modesto, que apresentou dados econômicos e financeiros do Estado. Modesto anunciou que o governo apresentará uma proposta ao Fórum Sindical no início do mês de junho. Mas os sindicalistas querem debater agora.

Hoje, cerca de 70% dos sindicatos e associações que representam os servidores públicos estaduais aderiram a uma paralisação geral unificada que ocorre por 24 horas em todo o estado. Parte desses trabalhadores realizou um ato na frente do Parlamento, ao mesmo tempo em que seus representantes eram recebidos pelos deputados no Colégio de Líderes.

Participaram da reunião e vão compor a comissão para apresentação da proposta, os deputados Emanuel Pinheiro, Wilson Santos, Max Russi, Zé do Pátio, Janaina Riva, Pery Taborelli, Wagner Ramos, Saturnino Masson, Sebastião Rezende, Eduardo Botelho, José Domingos e Dilmar Dal Bosco. (Com informações do O Documento)


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

Vereador critica descaso e falta de apoio público ao esporte tangaraense

Vereador Wellington Bezerra (PMB)
A fala do vereador Wellington Bezerra (PMB) na sessão de ontem da Câmara foi incisiva. Ao defender o poder transformador do esporte, ele trouxe à tona uma triste realidade: o demérito que se tem dado ao setor em Tangará. Bezerra relembrou o passado, da importância do esporte em sua vida e do período que foi secretário.

“Sou o que sou hoje por causa do esporte”, disse Bezerra, exímio jogador de futebol e handebol que já representou Tangará em ‘enes’ eventos esportivos Mato Grosso à fora. Hoje, segundo ele, o esporte está praticamente jogado às traças.

Citou eventos que ocorrem no final de semana de ciclismo e de motociclismo, que não tiveram apoio público. “Há um programa para apoiar associações, já fui secretário e nunca tive problema com o Tribunal de Contas por apoiar as associações”, falou.

Para Bezerra isso ocorre por dois motivos: 1º, a alternância de secretários (foram 5 em 40 meses de governo); 2ª, a ausência constante dos secretários junto aos esportistas. “Secretário não é somente para receber salário, tem que estar presente, junto com as categorias, colocando suas ideias em prática. Tem que fazer a diferença”, pontuou.

A falta de investimentos no esporte é evidente. Basta pegar o Plano de Governo de Fábio e ver que ele só cumpriu 5 ou 6 das 28 promessas feitas em 2012.  Vou comentar mais sobre isso em outra postagem ainda hoje!

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

terça-feira, 17 de maio de 2016

Tangaraense que recebeu mais de 16 mil votos em 2014 deverá assumir vaga na Câmara Federal

Carlos Bezerra deverá ceder espaço para Rogério Silva na Câmara Federal
O vereador Rogério Silva (PMDB), suplente de deputado federal, deverá assumir a partir de 1º de junho uma das cadeiras da Câmara dos Deputados em Brasília (DF). Isso mesmo, o vereador tangaraense trata desse assunto com a bancada mato-grossense do PMDB na capital federal.

Segundo Rogério, está 90% certo que ele assuma uma vaga no Congresso a partir de 1º de junho e permaneça no cargo por 122 dias, ou seja, até o final de setembro. Inicialmente, Rogério assumiria vaga de Valtenir Pereira, porém, um novo ajuste dentro do PMDB deverá colocar o tangaraense no lugar do deputado federal Carlos Bezerra, presidente da sigla em Mato Grosso.

Se tudo der certo, torçamos para que dê, daqui a 12 dias teremos um federal em Brasília. O último tangaraense a ocupar tal posto foi o hoje deputado estadual e ex-prefeito de Tangará da Serra por duas vezes, Saturnino Masson (PSDB), que ocupou o cargo em 2008, durante período de licença de Thelma de Oliveira.

Lembrando que Rogério Silva recebeu 16 mil e 116 votos na eleição de 2014 quando ainda estava no PROS, sendo o 18º candidato a deputado federal mais votado do estado.

VARA FEDERAL - O vereador, hoje do PMDB, está em Brasília onde participa de reuniões na Câmara Federal e no Tribunal Regional Federal (TRF). No TRF ocorre a mais importante delas. Rogério tem articulado com o presidente do TRF para que Unidade Avançada da Justiça Federal em Tangará seja transformada em uma Vara Federal.


A Unidade Avançada é mérito de Rogério, do ex-presidente da OAB Josemar Carmerino e do deputado Valtenir Pereira (PMDB). “99% certo que teremos uma Vara Federal em breve em Tangará”, garantiu Rogério.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

13 de Maio: Caminhão da Sinfra desfilou com slogan do ex-prefeito cassado Júlio César Ladeia

Faixa em caçamba trazia slogan de Júlio César Ladeia
Crédito da fotografia: Fernandinho Produtor
Um caminhão da Secretaria Municipal de Infraestrutura de Tangará da Serra (Sinfra) desfilou na última sexta-feira, no Desfile de 13 de Maio, com uma faixa no mínimo inusitada.

Tal faixa trazia escrito o slogan do ex-prefeito Júlio César Ladeia, que teve o mandato cassado pela Câmara Municipal em 2011 acusado de integrar um esquema que desviou R$ 5,4 milhões da Saúde.

"Impostos virando obras, sonhos virando realidade", dizia a faixa esticada na carroceria do caminhão caçamba da Secretaria. Quem não se lembra desse slogan que estampava todas as realizações do ex-prefeito?

Muita gente tirou fotografia e compartilhou no Facebook. O fato virou chacota! "Falta de criatividade do povo. Tão prestando homenagem ao Júlio César", disse um internauta.

Coincidência ou falta de atenção de quem idealizou a faixa? Não sei, só sei dizer que faltou um pouquinho de criatividade.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.


Você viu? Evandro Carlos está de volta à programação da TV tangaraense

Evandro Carlos e Késsia Gelina agora comandam o Bem no Almoço
O conceituado jornalista Evandro Carlos Figueiró está de volta a programação da TV tangaraense. Ele reestreou nesta segunda-feira no horário nobre da programação local. Evandro Carlos agora divide a apresentação do programa Bem no Almoço, no Canal Bem TV (SBT) com a simpaticíssima atriz e apresentadora Késsia Gelina.

Evandro já passou pela TV Vale (Record), a TV de Sílvio Delmondes e pela Rede TV, do deputado estadual Wagner Ramos (PSD).

Evandro dispensa comentários. É uma referência da comunicação local, espontâneo, crítico e polêmico quando necessário. Vamos ver como ele se comportará no SBT, já que a programação é mais light, menos polêmica  e agressiva.

O Bem no Almoço vai ao ar de segunda a sexta a partir das 11:45 da manhã na Bem TV Canal 3.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Professores perderam 53% do poder de compra de seus salários e dizem que são ignorados pelo prefeito

Um protesto dos profissionais da educação durante o Desfile Cívico de 13 de Maio quase passou despercebido, mas eu vi e resolvi comentar aqui. 

No desfile, professores carregaram faixas com dizeres onde dizem estar sendo escravizados e denunciam que estão sendo ignorados pela gestão municipal. A participação do Sintep constrangeu o palanque, onde estavam as autoridades, entre elas o prefeito Fábio. O cerimonial, que anunciava todas as entidades que passavam, ignorou o Sintep.

O caso é antigo e merece mais atenção. Professores e demais servidores da rede pública municipal de Tangará da Serra estão descontentes. Eles reclamam que não têm sido consultados pela Semec e pelo Executivo.

O foco das discussões é o reajuste salarial proposto pelo prefeito Fábio (PMDB), que segundo o professor Abner Alcantara, ligado ao Sintep, não cobre as perdas que os profissionais tiveram ao longo dos últimos seis anos. Eles dizem que sofreram uma desvalorização salarial de 53% no período. Vejo greve por aí!

Professores ligados ao Sintep revelam que  em nenhum momento o prefeito chamou o Sindicato para dialogar sobre as pautas da categoria. “Ele ignorou totalmente nossas reivindicações. Nem Secretário de Educação se manifestou. Alem disso, o prefeito realizou negociação com uma comissão sem ouvir qualquer Sindicato nem Seerp nem o Sintep e ele sequer sinalizou negociação sobre nossa pauta. Nós procuramos o governo Municipal e até hoje ele não nos respondeu”, reclamam.

Amanhã, em harmonia com o restante do estado, profissionais da educação de Tangará da Serra paralisarão as atividades.


Uma das pautas que serão colocadas em debate é exatamente essa perda do poder de compra do salário dos servidores do setor em Tangará. Dia 23 haverá uma assembleia e uma greve não está descartada para acontecer. Creio que Fábio deverá sentar com a categoria, pois uma greve de servidores do ensino municipal em ano de eleição é negativo para quem quer se reeleger.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

Cidinho assume vaga no Senado no lugar de Maggi e promete emenda para Hospital Regional de Tangará

Cidinho Santos assumiu no lugar de Maggi
Falei sábado com Cidinho Santos que assumiu nesta segunda-feira no Senado Federal no lugar de Blairo Maggi (PP), agora ministro da Agricultura de Michel Temer (PMDB). Cidinho é da vizinha cidade de Nova Marilandia onde foi prefeito por três vezes, é proprietário da União Avícola, ex-presidente da AMM, ex-secretário do Governo Maggi e já ocupou a vaga no Senado por outras duas vezes quando Blairo saiu de licença. Conversei por 30 minutos e perguntei sobre seus planos no Congresso.

Cidinho me contou que pretende atuar para mudar as regras do Pacto Federativo e permitir que Estados e Municípios recebam mais recursos tributários e assim tenham mais condições de trabalhar. “Hoje, a maior parte do bolo fica com a União enquanto municípios penam para cumprir com suas funções com uma pequena parcela dos tributos. Isso deve mudar”, disse o senador municipalista. Uma salva de palmas para o Cidinho! Vai ser uma luta e tanto.

A melhor proposta que me adiantou de primeira mão o senador Cidinho é importantíssima para Tangará e região. “Sou um defensor do Hospital Regional”, disse. Ele irá se reunir com prefeitos da região e com Fábio Junqueira (PMDB) irá tratar do Hospital Regional. Cidinho irá propor que cada parlamentar de MT destine emendas individuais, de forma impositiva para a construção de um Hospital Regional em Tangará.


“Se cada parlamentar destinar um ou dois milhões de reais de emenda individual teremos um montante bom para iniciar essa obra”, revelou o novo senador. Em 2012 ele tentou destinar verba para isso, mas não deu certo. “Se for emenda impositiva é mais garantido”, disse. Vamos torcer!

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

quinta-feira, 12 de maio de 2016

40 anos: prefeito não conclui obras importantes como Praça da Bíblia, Hospital, UPA e Feira da Vila Alta

Obras importantes como a Feira da Vila Alta, da UPA, da Praça da Bíblia e do HM
ainda não foram concluídas. Prazos de entrega já venceram!
Tenho acompanhado nos últimos dias as comemorações oficiais do executivo pelo aniversário de 40 anos de emancipação de Tangará da Serra. A programação é vasta, começou no dia 02 de maio e segue até o dia 31. Como é de costume, nas festividades de aniversário ocorrem lançamentos de obras, grandes inaugurações e a tradicional Festa dos Estados.

Bem, em 2016 tem sido um pouco diferente. Primeiro, a Festa dos Estados, um dos mais importantes festejos da cidade não ocorreu e não ocorrerá este ano. A alegação do Município para o cancelamento deste evento é ‘economizar para investir na saúde’. “Sem Carnaval, sem réveillon popular e agora sem a festa dos estados”.

A programação inclui sete inaugurações. Uma delas já ocorreu: a inauguração da Unidade de Saúde da Família do jardim esmeralda, construída com recursos do Governo Federal.

As demais inaugurações ainda ocorrerão, mas só no final do mês. A primeira é a pavimentação da Avenida Virgílio Favetti, obra do ex-secretário de Infraestrutura Chico Clemente (PSB) que liga a Vila Alta ao Anel Viário. A segunda obra a ser inaugurada é do Centro de Convivência do Idoso, no Jardim Rio Preto. Uma obra de importância singular, mas pequena e que consumiu apenas 275 mil reais.

As outras quatro obras são academias ao ar livre: uma no bosque, outra em Progresso, uma terceira no Jardim Rio Preto e a última na Vila Araputanga. Por sinal, ainda estão sendo concluídas. Não sei se estarão prontas a tempo.

Nada de extraordinário, nada que tenha recebido grande investimento. Pouco para comemorar!

Mas cadê as obras importantes? Quando serão inauguradas? O Hospital Municipal e UPA 24 Horas, por exemplo, seriam inaugurados agora, no aniversário do Município, o prefeito Fábio prometeu no início do ano, mas não conseguiu concluir.

E a Praça da Bíblia, cuja obra deveria ter sido concluída em março? Também não conseguiu concluir ainda.

Pra completar, cito ainda a obra da Feira da Vila Alta, travada, parada e sem previsão de retomada e as obras do Parque Figueira, que ninguém mais comenta sobre elas.


Gente, tá faltando obra pra inaugurar, não tá? O povo quer ver inaugurações grandes, não de academias ao ar livre e bueiros celulares.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Aporte financeiro: Governador afirma que ajudará Hospital Municipal de Tangará da Serra

Reunião em Cuiabá nesta terça-feira
O governado Pedro Taques (PSDB) recebeu em audiência, nesta terça-feira, 10, representantes de diversos seguimentos de Tangará da Serra , uma articulação dos deputados Saturnino Masson (PSDB) e Wagner Ramos (PSD). Na pauta a construção do Hospital Regional, as rodovias da região do médio norte e a segurança pública no município.

No encontro o governador destacou que o Estado está empenhado em ajudar a região.

Taques anunciou que irá construir 3 novos hospitais Regional no Estado e que Tangará será contemplada com uma unidade que terá mais de 150 leitos e 20 acomodações de UTI’s.

“Vamos construir o Hospital Regional no município, mas antes precisamos ajudar o hospital municipal, estou pronto para ajudar”, declarou o governador.

O prefeito Fabio Junqueira ressaltou a parceria com o Estado, ele agradece o apoio ao Centro de Testagem e Assistência Especializada, e destacou as emendas destinadas a saúde, por meio dos deputados Saturnino e Wagner.

Junqueira pediu um aporte para a feira da Vila Alta e também recurso mensal para o Hospital Municipal no valor de R$ 1 milhão e meio de reais. 

Também participaram da reunião membros da sociedade civil tangaraense como Vander Masson e Reck Júnior, pré-candidatos a prefeito de Tangará da Serra. (Com informações da Assessoria)

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

Articulações: Pré-candidato a prefeito de Tangará participa de jantar com 8 deputados e chefe da Casa Civil

Vander Masson (PSDB) com deputados em Cuiabá 
O pré-candidato a prefeito de Tangará da Serra pelo PSDB Vander Masson foi fotografado ontem em um jantar informal em Cuiabá. Do jantar participaram oito deputados estaduais e o secretário Chefe da Casa Civil Paulo Taques. 

Na ocasião o empresário aproveitou para articular alianças para a sua pré-candidatura. Vander é o mais 'queridinho' da base do governo do estado para uma possível candidatura em Tangará da Serra no mês de outubro.

Além de Vander, participaram do jantar os deputados Eduardo Botelho, Wilson Santos, Wagner Ramos, Zé Domingos Fraga, Dilmar dal’Bosco, Oscar Bezerra, Saturnino Masson (pai de Vander) e o presidente da Assembleia Legislativa Guilherme Maluf, bem como o chefe da Casa Civil Paulo Taques.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

terça-feira, 10 de maio de 2016

Pegando na enxada: Vereador é fotografado carpindo e limpando ruas de bairro

Vereador limpando margem de rua no Alto
da Boa Vista
O vereador Maurizan Godoi (PSD) foi fotografado quando carpia margens de ruas do Alto da Boa Vista. Recentemente, ele havia prometido na Câmara que ia pegar no cabo da enxada. “Se a Prefeitura não fizer o serviço, eu vou limpar”, prometeu, convidando os colegas de Parlamento para fazerem o mesmo. Dito e feito, Maurizan pegou uma enxada e foi à lida.

Nenhum dos colegas de Legislativo acompanhou o vereador na 'carpida'.

A atitude do vereador gerou aprovações e reprovações no Facebook. “Ano político você vê de tudo”, disse um cidadão. “Ta chegando outubro”, disse um segundo cidadão. “Quem o conhece sabe que ele é assim, vai e faz”, disse outro. “Bonito vereador”, escreveu um quarto cidadão. 

A postagem teve vários compartilhamentos e mais de 110 curtidas.


Bem, conheço bastante o Maurizan e sei de sua simplicidade, mas não é bem esse o papel do vereador, não é mesmo? Todavia, quando o poder público não faz de todo a sua parte tem que se dar um jeitinho, né?

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

“Cadê os medicamentos que chegaram?”, questionam usuários que voltam pra casa de mãos vazias

Fotos continuam chegando de USf's com prateleiras vazias
Ainda não consegui entender essa dos medicamentos da Saúde tangaraense. De um lado a Secretaria Municipal de Saúde afirma que o Município recebeu medicamentos para suprir as necessidades das Unidades de Saúde (USF’s) e do Hospital Municipal (o Mater Dei). Do outro, a população que continua voltando para casa somente com a receita em mãos. 

Itamar Bonfim, que responde pela pasta, anunciou recentemente na imprensa local que uma remessa de medicamentos que estava faltando havia chegado, acabando assim com os problemas da falta de remédios inclusive básicos, nos postos de
Cartaz em USF. Sem coleta porque não tem seringa
saúde e no Mater Dei. Mas infelizmente a situação continua caótica.

Farmácias das Unidades de Saúde ainda estão vazias, nem dipirona é possível encontrar nesses locais. A reclamação da falta dos remédios parte dos próprios usuários. Hoje inclusive, me deparei com uma senhora saindo do Posto Central com a receita em mãos, e ao questioná-la sobre se conseguiu a medicação, ela me respondeu que não e que o medicamento era de uso contínuo para um problema no coração. Caso não tomasse poderia morrer. Sem dinheiro para comprar em uma farmácia particular, a idosa foi para casa. E agora espera contar com a sorte.

O Blog apurou ainda que até ontem não havia chegado medicamentos em unidades de saúde como do Jardim Presidente, da Vila Nazaré e do Jardim Shangri-lá.

Em uma unidade saúde o Blog fotografou o cartaz que diz: "A partir de hoje, as coletas estarão suspensas por falta de material". Perguntei a uma servidora e ela me disse que não tem seringa para fazer as coletas.

Mais uma Unidade de Saúde sem medicamentos
Que a Saúde, especialmente a de Tangará da Serra está precária não é novidade, mas a situação chegou a tal ponto que houve a necessidade de intervenção do Ministério Público. Uma Ação Civil Pública foi movida contra a Prefeitura Municipal de Tangará da Serra. Na ação, a promotora de justiça Claire Vogel Dutra fez também um pedido de tutela de urgência com o intuito de garantir que a população tenha acesso imediato a medicamentos e insumos médicos tanto nas unidades básicas quanto no único hospital municipal da cidade: o Mater Dei.

Inicialmente, segundo o MPE, foi solicitado a Defensoria Pública a quantidade de ações que foram propostas contra o Município em 2015 para o fornecimento de medicamentos e cirurgias e a quantidade de bloqueios judiciais. A Defensoria respondeu informando que foram 179 ações que resultaram em 133 bloqueios judiciais.

Falta agora a decisão do Judiciário. Enquanto uma solução não é tomada, a população é a mais atingida.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

Deputados e representantes de entidades se reúnem com Detran para resolver a questão dos guinchos em Tangará

Reunião teve importantes avanços em Cuiabá
Uma reunião em Cuiabá nesta terça-feira, 10, representou grande avanço na resolução de problemas urgentes de Tangará da Serra. O ato reuniu os deputados Saturnino Masson (PSDB) e Wagner Ramos (PSD), representantes de sindicatos, empresários, polícias Militar e Civil, Loja Maçônica, secretaria de infraestrutura, Consegur, GGI, Acits de Tangará da Serra e o presidente do Detran/MT Arnon Osny Lucas.

Entre os assuntos discutidos destaque para as questões dos serviços dos guinchos, da destinação de veículos apreendidos e a construção da nova sede da Ciretran de Tangará da Serra, sendo que a principal delas é a regularização dos guinchos que atuam no município.

O empresário e ex-presidente da Acits Vander Masson, representante da classe empresarial, participou da reunião e destacou os avanços. “Agradeço o interesse do Detran em poder nos receber e solucionar esta questão do guincho em Tangará, só assim poderemos ter preço justo e de qualidade para a população, quando necessita dos serviços de guincho”, destacou.

O deputado Saturnino Masson falou que o assunto é urgente. “Tratar desses assuntos que há tempos necessitamos e somos cobrados por isso e melhor ainda é sabermos que já temos respostas para nossos questionamentos”, disse

A reunião terminou com avanços significativos e promessas de soluções. O presidente do Detran disse que uma licitação será feita em um prazo de 90 dias para regularizar os serviços de guinchos. “Em 20 dias já teremos o Termo de Referência pronto para darmos encaminhamento ao processo licitatório para a contratação dos guinchos”, declarou

Quanto a superlotação do pátio da Ciretran disse: “Em breve vamos comprimir os veículos que estão há mais de dois anos parados no pátio e até o mês de agosto faremos leilão a cada 60 dias caso o proprietário do veículo apreendido não o retire do pátio”.

Quanto a Sede nova da Ciretran de Tangará ele assegurou que para 2017 serão destinados recursos para ser construído um novo prédio, e pede aos empresários e a Prefeitura Municipal que se mobilizem a encontrar um local adequado para a construção. “Enquanto não construirmos uma nova sede iremos alugar um prédio mais amplo e com mai condições”, disse.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.

Reflexão: Secretário afastado da Seduc é o mesmo que denunciou Iolanda Garcia no Ministério Público

Ex-secretária de Educação de Tangará da Serra Iolanda Garcia
Ex-secretário de Educação de MT Permínio Pinto
Refletindo sobre o afastamento de Permínio Pinto da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), a pedido do próprio, conforme informou o Palácio Paiaguás, uma lembrança me veio à tona: não foi ele o responsável pelo imbróglio envolvendo a ex-secretária de Educação de Tangará da Serra Iolanda Garcia em 2015?

À época, Permínio fez um estardalhaço, divulgou na imprensa uma fotografia de um ônibus escolar utilizado por alunos de uma escola tangaraense que participavam de um concurso de poesia em Cuiabá.

Permínio ventilou que o veículo era usado em manifesto do MST. Iolanda foi injustamente afastada e achincalhada. Meses depois foi inocentada tanto pelo MP quanto por uma sindicância na Prefeitura. Ficou comprovado que os alunos da Escola Estadual Ernesto Che Guevara usaram o ônibus para participar do 1º Festival Estadual de Poesias em Cuiabá, entre 13 e 16 de agosto e não de manifesto do MST, conforme afirmava Permínio.

Na ocasião, o próprio Permínio ligou para o prefeito de Tangará da Serra Fábio Junqueira (PMDB), pedindo explicações sobre o uso do tal ônibus. Isso teria custado a 'cabeça' de Iolanda.


Permínio pagou de pai da retidão por causa de um ônibus e agora teve em sua secretaria um esquema que desviou R$ 56 milhões e não viu nada? Não estou afirmando que ele esteve ou está envolvido no esquema, só me surpreende que um homem que enxergou um ônibus num protesto do MST não tenha enxergado um esquema de corrupção tão grande como este que vem à tona agora.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.